A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

15/04/2016 13:03

Prefeitura quer ressarcimento por dívida e prejuízos com o Gisa

Leonardo Rocha
Bernal diz que deve ser devolvido recursos aos cofres da prefeitura (Foto: Alan Nantes)Bernal diz que deve ser devolvido recursos aos cofres da prefeitura (Foto: Alan Nantes)

O prefeito Alcides Bernal (PP) revelou que entrou com ação na Justiça, buscando a devolução e ressarcimento aos cofres públicos, de R$ 16 milhões, por parte do ex-perfeito Nelsinho Trad (PTB) e sua equipe, por ter gerado uma dívida ao executivo municipal, em relação ao Gisa (Gestão de Informação em Saúde).

“Vamos cobrar este prejuízo do ex-prefeito (Nelsinho Trad) e de sua equipe, pois foi anunciado o programa em 2009, para ser terminado um ano depois, algo que não foi feito, pois nunca funcionou. O município precisou devolver recursos, que foi para o bolso de alguém”, disse o prefeito, durante sorteio de prêmios do IPTU, em Campo Grande.

O secretário municipal de Finanças, Disney de Souza, ponderou que a prefeitura devolve ao Ministério da Saúde a quantia de R$ 200 mil por mês, em função desta dívida, onde foi acertado uma entrada e o pagamento de mais 60 prestações. “Foi um financiamento de quase R$ 10 milhões, mas que o programa (Gisa) não funcionou, estamos pagando por isso e vamos buscar o ressarcimento”.

Esta ação da prefeitura de Campo Grande cita além do ex-prefeito Nelsinho Trad, os ex-secretários municipais de Saúde, Luiz Henrique Mandetta (DEM) e Leandro Mazina, e outras 14 pessoas. O convênio feito pela prefeitura era para agendar consultas por telefone na rede pública. Com base no relatório da CGU (Controladoria-Geral da União), o Ministério da Saúde rescindiu o contrato do sistema e determinou a devolução do dinheiro.

Deveriam ser implantados 12 módulos, mas segundo levantamento da CGU, apenas dois estavam funcionando de forma plena e outros dois de maneira precárias, e mais um em vigor nas UBSF (Unidades Básicas de Saúde da Família).

Resposta – O ex-prefeito Nelsinho Trad (PTB) se pronunciou sobre o caso, alegando que esta ação na Justiça, se trata de uma “jogada política” de Bernal, em função do ano eleitoral. “Uma ação feita pelo prefeito reconduzido, depois de uma gestão desastrosa. O que posso dizer é que o Gisa foi desenvolvido e abandonado pela atual gestão, vamos provar na Justiça”.

Nelsinho ainda ponderou que restará ao atual prefeito “ter que arcar com este prejuízo” aos cofres públicos, pois não deu sequência ao programa.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions