A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

22/03/2011 16:20

Presidente do Senado, José Sarney lembra amor de Lúdio por MS

Jorge Almoas

O presidente do Senado Federal, senador José Sarney (PMDB-AP) lembrou com muita comoção da trajetória de Lúdio Coelho no Congresso Nacional. Lúdio faleceu na tarde de hoje em Campo Grande aos 88 anos, vítima de falência múltipla de órgãos.

Durante sessão ordinária, Sarney declarou que Lúdio era um apaixonado por Mato Grosso do Sul.

“Ele defendia aquilo que acreditava, em especial a agricultura e pecuária. Tenho uma profunda admiração pela trajetória desse político, que soube servir ao seu país”, declarou o presidente do Senado.

Sarney finalizou o discurso dizendo que o Brasil perdeu “um grande político e um grande brasileiro”. O senador aprovou o pedido de voto de pesar pela morte de Lúdio, proposto pela senadora Marisa Serrano.

O velório de Lúdio Coelho será realizado na Câmara Municipal de Campo Grande a partir das 18 horas. O enterro será realizado amanhã, às 10 horas, no cemitério Parque das Primaveras.



...infelizmente nós matogrossenses tanto do sul, quanto do Mato Grosso perdemos uma figura muito importante da política,poucos políticos tiveram a responsabilidade e hombridade que o sr. Lúdio Coelho teve, prático,humilde, honesto e acima de tudo amava essa terra, é o que muitos políticos deveriam ter feito.
 
João Aparecido Alves em 25/03/2011 02:36:43
O Sarney deveria ter aprendido com o "seu" Lúdio, a ser um político correto. Principalmente nessa hora, perdeu uma boa oportunidade de ficar quieto. "Seu" Lúdio realmente amava todo o Mato Grosso, ao contrário desse indivíduo que, embora maranhense (pelo que se sabe, pois até de nome mudou), reelegeu-se pelo Amapá. Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, menos para a globo que confunde tudo, para os mais antigos continua uno. Descanse em paz, "Seu" Lúdio, o senhor que foi sempre exemplo de simplicidade, honradez e, principalmente, trabalho. Encontre seu amigo e funcionário, João Sassioto, meu pai, e ajudem a cuidar de todos nós, pobres viventes.
 
Sassioto em 22/03/2011 07:39:18
Foi um grande homem dentro da politica , um pequarista simples entrou na vida publica porque queria fazer algo pelas pessoas do seu estado,foi um politico honesto, aqui ondi moro o asfalto veiu pelo seu mandato, quando tinhamos poblenas na região vi ele por varias veses visitando a região pessoalmenti é uma grandi perda para o estado, fui um admirador da hombridade dele, ele c foi mas sempre sera lembrado pelas coisas boa q fez pelo povo sul matogrossense, meus pesames aos familiares.
 
toniel franco. em 22/03/2011 07:30:34
Ludio Coelho foi um homem reto e postura simétrica, não há variações no seu comportamento político (creio que nem pessoal) desde quando candidato ao Governo de MT quando foi derrotado por Pedrossian no meado dos anos sessenta. O seu jeito simples (porém jamais ingênuo) não escondia a sua postura empresarial nem a sua coerente maneira de ajuizar. Estive com ele apenas duas vezes (em um jantar na casa do então Senador Juvêncio e, em outra, compartilhando um vôo para Brasília) em ambas me pareceu um sedutor contador de histórias, ao mesmo tempo, um político com imensa aversão a qualquer debate que contrariasse seus conceitos. Parece-me, que por assim ser, não foi um contribuinte efetivo na construção de um pensamento político no Mato Grosso do Sul, senão o contrário, foi um gladiador da conservação. Entrementes, jamais se escreverá sobre a história do Mato Grosso meridional sem que seu nome seja lembrado com respeito e admiração.
 
Tito Carlos Machado de Oliveira em 22/03/2011 05:55:20
Valeu, seu Ludio, segura na mao de Deus e va.....!!!
 
Luciano Rosa em 22/03/2011 05:31:14
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions