A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

05/10/2011 18:50

Ângelo Guerreiro descarta assumir cadeira de deputado estadual

Paulo Fernandes

Primeiro suplente de deputado estadual na coligação que elegeu o deputado estadual Felipe Orro (PDT), o vereador Ângelo Guerreiro, recém-filiado ao PSD, descartou a possibilidade de assumir a cadeira na Assembleia Legislativa.

Orro pediu 121 dias de licença e um suplente será convocado para assumir a vaga. O segundo suplente é o advogado Gerson Claro Dino, de Sidrolândia.

Guerreiro afirma não ter interesse em renunciar o mandato na Câmara Municipal de Três Lagoas. Ele é pré-candidato a prefeito daquela cidade.

Na Câmara, Guerreiro permanece mais perto da base eleitoral. “Tenho muito mais a oferecer no plenário da Câmara, sendo oposição ao governo municipal e estadual”, afirmou.

O vereador da oposição afirma não ser uma surpresa o pedido de licença de Felipe Orro (PDT) pelo prazo para que o suplente possa assumir o cargo.

“Nada é surpresa. Já haviam me chamado, sobre a minha possível saída do PDT. Falei que eu não queria assumir mandato emprestado”, disse. “Se ele pedisse até 120 dias não precisava assumir o suplente. Por que pediu 121? É uma manobra política”, acrescentou.

Insatisfeito com as declarações do presidente regional do PDT, Dagoberto Nogueira, sobre possibilidade de aliança com o governador, Guerreiro se desligou do partido no dia 28 de setembro.

Ontem, o vereador assinou a ficha de filiação ao PSD, partido idealizado pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, e que tem como dirigente regional o empresário Antônio João Hugo Rodrigues.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions