A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Agosto de 2017

09/06/2017 11:58

Projeto defende jornada de seis horas diárias a assistentes sociais em MS

Leonardo Rocha
Projeto do deputado Paulo Siufi (PMDB) segue para as  comissões permanentes da Assembleia (Foto: Victor Chileno/ALMS)Projeto do deputado Paulo Siufi (PMDB) segue para as comissões permanentes da Assembleia (Foto: Victor Chileno/ALMS)

O projeto de autoria do deputado Paulo Siufi (PMDB), defende a jornada de trabalho de seis horas diárias, aos assistentes sociais, em Mato Grosso do Sul. A intenção é seguir a lei federal que já define esta carga horária, a estes profissionais. A proposta segue para as comissões permanentes da Assembleia.

O autor do projeto ressalta que no Estado não existe esta definição (jornada de trabalho), sendo uma reivindicação da classe, para ter mais segurança e direito estabelecido. "Os assistentes sociais do Hospital Regional não estão sendo beneficiados com a carga horária sancionada pela Presidência da República".

O deputado ponderou que esta adequação da jornada, não pode interferir ou reduzir o salário estipulado para categoria. O projeto explica que a carga será de seis horas diárias ou 30 (horas) semanais. "É importante ressaltar também que a conquista desta jornada, deve garantir de melhores condições de trabalho".

Ele adianta que se o projeto for aprovado, vai beneficiar principalmente os assistentes sociais que trabalham no Hospital Regional de Mato Grosso do Sul. A proposta precisa passar por duas votações na Assembleia, para depois ainda passar pelo crivo do governador Reinaldo Azambuja (PSDB).




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions