A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 16 de Agosto de 2017

06/03/2016 14:58

Projeto obriga academias e clubes a exigir atestado médico em atividades

Leonardo Rocha
Projeto de Amarildo Cruz quer evitar novos casos trágicos em academias (Foto: Assessoria/ALMS)Projeto de Amarildo Cruz quer evitar novos casos trágicos em academias (Foto: Assessoria/ALMS)

Após a morte de um homem, durante atividade física na academia, em Campo Grande, no mês passado, o deputado Amarildo Cruz (PT) apresentou projeto de lei que obriga as academias, clubes e empresas que realizam exercícios, a exigir atestado médico específico para as atividades. A intenção é que não ocorra novos casos como este, que possam colocar a saúde das pessoas em risco.

A proposta se refere a atividades de lutas, ginásticas, musculação, dança e natação, clubes esportivos e recreativos. No caso mencionado pelo autor, o homem morreu por parada cardiorrespiratória.

"De acordo com especialistas, em média, 90% dessas mortes, inclusive as decorrentes de mal súbito, poderiam ser evitadas com o diagnóstico básico de um simples eletrocardiograma, seguido de tratamento e acompanhamento".

Este atestado precisa ser renovado a cada 12 meses, sendo que mesmo com este documento, o profissional de educação física, pode fazer a sua própria avaliação do aluno, antes de liberá-lo para realizar as atividades. Esta exigência será feita desde a efetivação da matrícula, sendo que este (atestado) deve ter data não inferior a 30 dias.

O projeto foi apresentado e encaminhado para as comissões permanentes, para depois ser enviado ao plenário, onde será avaliado pelos deputados em relação a sua legalidade e mérito. Se for aprovado, segue para o crivo do governador Reinaldo Azambuja (PSDB).




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions