A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

08/03/2010 10:37

PSDB nega pressão, mas espera resposta breve de André

Redação

A senadora Marisa Serrano garantiu que o PSDB não vai pressionar o governador André Puccinelli (PMDB), mas avisou que o partido vai cobrar seu posicionamento assim que o presidenciável José Serra oficializar sua candidatura.

Segundo a senadora, isso deve acontecer na semana que vem, com uma grande festa em São Paulo.

"Não vamos pressionar, não pressionamos e nem vamos fazer isso, mas a partir do anúncio oficial, teremos a garantia nacional, e daí não terá mais porque o governador adiar. Ele vai ter que se posicionar", disse Marisa durante evento do governo no Centro de Convenções Arquiteto Rubens Gil de Camilo.

Questionado sobre as declarações de Marisa, o governador André Puccinelli apenas filosofou.

"Aguardarei as nuvens, para ver como estarão", resumiu, sem dizer se vai apoiar Serra ou a candidata do PT à presidência da República, Dilma Roussef.

Para analistas políticos, Puccinelli está numa verdadeira "sinuca de bico" quando o assunto é sucessão presidencial.

Se ele apoiar Serra, contará com o apoio de históricos aliados, como PSDB, DEM e PPS, mas correrá o risco de ver o presidente Luiz Inácio Lula da Silva subindo no palanque de Zeca do PT.

Por outro lado, se ficar ao lado de Dilma, Puccinelli pode provocar uma terceira candidatura, possivelmente da própria Marisa Serrano, ter antigos aliados como rivais e até ver seu projeto de "liquidar a fatura" no primeiro turno ir por água abaixo.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions