A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

26/06/2009 07:34

PT e PDT realizam encontros nesta sexta-feira em MS

Redação

Esta sexta-feira deve ficar marcada por encontros regionais de dois grandes partidos: PT e PDT. A maior expectativa é com relação ao PT, já que o ex-governador Zeca e o senador Delcídio do Amaral (MS) devem se encontrar no 4º Seminário Regional do partido, marcado para às 19 horas, na Câmara Municipal de Dourados (230 km de Campo Grande).

Os grupos das duas lideranças disputam à presidência regional do PT. O deputado estadual Amarildo Cruz concorre à reeleição no comando da sigla; Zeca não aceita o nome e o grupo dele ameaça lançar o deputado federal Vander Loubet (MS) como candidato ao cargo.

Já na Anoreg (Associação dos Notários e Registradores do Mato Grosso do Sul), em Campo Grande, o PDT se reúne logo mais, às 9 horas. O encontro será uma preparação para as convenções municipais, marcadas para 22 de agosto.

Sobre as eleições de 2010, o PDT é um partido dividido entre apoiar a reeleição de André Puccinelli (PMDB) e a eleição de Zeca do PT. "Vamos abrir debate para a sucessão 2010. A minha vontade é que o PDT fique com o ex-governador Zeca", afirmou nesta manhã, em entrevista à FM Capital, o deputado federal Dagoberto Nogueira.

Outras lideranças, como o deputado estadual Ary Rigo (PDT), querem o apoio eleitoral ao atual governador.

Mas para Dagoberto, 90% da base do partido quer a aliança com Zeca. "O André fez um enfrentamento muito forte contra PDT. Ele enfrentou o Kohl, o Ari Artuzi. Ele disputou em todos os municípios contra o PDT nessas eleições municipais", afirmou.

"Ao contrário, o Zeca nos apoiou em Dourados, Aquidaauana, Nova Andradina e em todos os municípios", acrescentou.

A declaração de Dagoberto não significa um rompimento dele com o governador André Puccinelli. Tanto que o deputado federal retornou ontem de Brasília (DF) de carona na aeronave do governo, viajando ao lado de Puccinelli e dos deputados federais Antonio Carlos Biffi (PT) e Geraldo Resende (PMDB).

"Lá em Brasília, eu ajudei Puccinelli e vou continuar ajudando da mesma forma", ponderou.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions