A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

14/03/2010 09:08

PT planeja agenda unificada de Delcídio e Zeca em abril

Redação

O senador Delcídio do Amaral (PT) e o ex-governador Zeca do PT só vão passar a cumprir agenda conjunta a partir de abril deste ano. Desde a união dos dois, no ano passado, eles ainda não participaram de eventos juntos e reabriram as especulações de que as feridas entre as principais lideranças petistas não estão cicatrizadas.

Segundo o presidente regional do PT, Marcus Garcia, um grupo de trabalho vai começar a definir as ações da campanha deste ano que terão a participação de Zeca e Delcídio. A previsão é de que os primeiros eventos públicos da dupla ocorra no final deste mês ou início de abril.

Ontem, o senador Delcídio do Amaral adotou a mesma linha para justificar a ausência de eventos ao lado do ex-governador. Ele disse que houve um hiato no partido entre a eleição de Garcia, em novembro do ano passado, e a posse, neste mês. Além disso, citou as férias e recesso do legislastivo.

Na terça-feira, o diretório regional discute as eleições deste ano. Segundo Garcia, o partido vai debater a política de alianças e a polêmica definição dos suplentes de senador.

O senador Delcídio do Amaral (PT) e o ex-governador Zeca do PT só vão passar a cumprir agenda conjunta a partir de abril deste ano. Desde a união dos dois, no ano passado, eles ainda não participaram de eventos juntos e reabriram as especulações de que as feridas entre as principais lideranças petistas não estão cicatrizadas.

Segundo o presidente regional do PT, Marcus Garcia, um grupo de trabalho vai começar a definir as ações da campanha deste ano que terão a participação de Zeca e Delcídio. A previsão é de que os primeiros eventos públicos da dupla ocorra no final deste mês ou início de abril.

Ontem, o senador Delcídio do Amaral adotou a mesma linha para justificar a ausência de eventos ao lado do ex-governador. Ele disse que houve um hiato no partido entre a eleição de Garcia, em novembro do ano passado, e a posse, neste mês. Além disso, citou as férias e recesso do legislastivo.

Na terça-feira, o diretório regional discute as eleições deste ano. Segundo Garcia, o partido vai debater a política de alianças e a polêmica definição dos suplentes de senador.

Diretor da PF entrega ao STF relatório de investigação sobre ministros
O diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segóvia, entregou hoje (15) à ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), um re...
TRE realiza plantão para cadastramento biométrico neste sábado na Capital
O TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) realiza neste sábado mais um plantão para atender eleitores de Campo Grande que ainda nã...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions