A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 23 de Setembro de 2018

14/03/2010 09:08

PT planeja agenda unificada de Delcídio e Zeca em abril

Redação

O senador Delcídio do Amaral (PT) e o ex-governador Zeca do PT só vão passar a cumprir agenda conjunta a partir de abril deste ano. Desde a união dos dois, no ano passado, eles ainda não participaram de eventos juntos e reabriram as especulações de que as feridas entre as principais lideranças petistas não estão cicatrizadas.

Segundo o presidente regional do PT, Marcus Garcia, um grupo de trabalho vai começar a definir as ações da campanha deste ano que terão a participação de Zeca e Delcídio. A previsão é de que os primeiros eventos públicos da dupla ocorra no final deste mês ou início de abril.

Ontem, o senador Delcídio do Amaral adotou a mesma linha para justificar a ausência de eventos ao lado do ex-governador. Ele disse que houve um hiato no partido entre a eleição de Garcia, em novembro do ano passado, e a posse, neste mês. Além disso, citou as férias e recesso do legislastivo.

Na terça-feira, o diretório regional discute as eleições deste ano. Segundo Garcia, o partido vai debater a política de alianças e a polêmica definição dos suplentes de senador.

O senador Delcídio do Amaral (PT) e o ex-governador Zeca do PT só vão passar a cumprir agenda conjunta a partir de abril deste ano. Desde a união dos dois, no ano passado, eles ainda não participaram de eventos juntos e reabriram as especulações de que as feridas entre as principais lideranças petistas não estão cicatrizadas.

Segundo o presidente regional do PT, Marcus Garcia, um grupo de trabalho vai começar a definir as ações da campanha deste ano que terão a participação de Zeca e Delcídio. A previsão é de que os primeiros eventos públicos da dupla ocorra no final deste mês ou início de abril.

Ontem, o senador Delcídio do Amaral adotou a mesma linha para justificar a ausência de eventos ao lado do ex-governador. Ele disse que houve um hiato no partido entre a eleição de Garcia, em novembro do ano passado, e a posse, neste mês. Além disso, citou as férias e recesso do legislastivo.

Na terça-feira, o diretório regional discute as eleições deste ano. Segundo Garcia, o partido vai debater a política de alianças e a polêmica definição dos suplentes de senador.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions