A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

15/04/2010 07:18

PTB diz que decisão de apoiar Puccinelli é definitiva

Redação

O presidente regional do PTB, Ivan Louzada, garantiu nesta manhã que a decisão de apoiar a reeleição do governador André Puccinelli (PMDB) é definitiva e irreversível.

A resposta veio a pressões de alguns filiados que não concordaram com a atitude da cúpula partidária e ameaçam entrar ainda hoje na Justiça.

"A decisão da Executiva é soberana e não adianta tentar espernear. O PTB tomou uma decisão e ela é definitiva. Pode rebolar, que não vai adiantar", disparou o dirigente, durante entrevista ao programa Tribuna Livre, da FM Capital.

Um dos rebeldes, que ameaça ir à Justiça contra a decisão do partido, é o pecuarista Zelito Ribeiro, que até então era pré-candidato do PTB ao governo do Estado.

Ele alega que alguns membros da Executiva simplesmente não foram convidados para a reunião que definiu o apoio a Puccinelli.

Ivan Louzada contesta e diz que o próprio Zelito anunciou, em recente reunião em Cuiabá (MT), que não queria mais disputar o governo, liberando o partido para formalizar outras alianças.

O dirigente também garante que todos os 14 membros da Executiva foram avisados sobre a reunião, que ocorreu na semana passada.

"Não faço nada escondido", disse.

Questionado sobre a oferta que a legenda recebeu do ex-governador Zeca do PT (vice, secretarias e estrutura de campanha), aparentemente mais atrativa para o PTB, Louzada discordou.

"Não estou procurando emprego para o PTB, queremos é estrutura para fazer deputado federal e estadual, e isso foi garantido", detalhou.

Ivan Louzada cutucou os rebeldes afirmando que não vai aceitar "gente infiltrada de outros partidos" dentro do PTB, tentando comandar os destinos da sigla.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions