A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

30/01/2012 14:10

Puccinelli se reúne com Trad e anuncia ajuda para recuperar estragos

Wendell Reis

Reunião contou com a presença dos secretários de Obra do Estado e Município

Prefeito foi ao gabinete do governador no final da manhã desta segunda(Foto:Marlon Ganassin)Prefeito foi ao gabinete do governador no final da manhã desta segunda(Foto:Marlon Ganassin)

O prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho (PMDB), esteve no gabinete do governador André Puccinelli (PMDB) na manhã desta segunda-feira (30) para falar sobre os estragos provocados pela chuva que caiu na Capital no dia 26 de janeiro. Além do prefeito e do governador, estavam presentes o secretário de Obras do Estado, Wilson Cabral, e do Município, João Antônio De Marco.

Ao sair da reunião o prefeito disse que serviu para definir ações que serão feitas em conjunto entre o Município e o Estado para corrigir o que for possível. Segundo o prefeito, não foram definidos valores de ajuda, mas o governador colocou a equipe à disposição da Prefeitura.

O secretário De Marco revelou que o governador colocou o secretário Wilson Cabral e toda a equipe do Governo à disposição da Prefeitura para evitar mais danos a calçadas e todo o pavimento urbano. Ao falar da parceria, De Marco disse que a Prefeitura e o Governo sempre trabalharam juntos, mas confidenciou que torce para que não caia uma chuva tão grande e em tão pouco tempo.

Segundo o secretário, não há obra em Campo Grande com capacidade para suportar uma chuva de 91 milímetros em 50 minutos. De Marco disse que a recuperação deve durar 60 dias, mas pode sofrer alterações dependendo do tempo. Ao avaliar os estragos o secretário diz que ocorreriam em qualquer lugar do mundo e que não há falha técnica no projeto. “Tudo o que tinha que ser feito no sentido de prevenção está sendo feito na gestão nossa e terá que ser feito em outras gestões. Se não seguir o que plano diretor de drenagem fala, vamos sempre ter este tipo de problemas.

O secretário de Obras do Município acredita que é preciso rever os cálculos feitos pelos engenheiros, tendo em vista que as precipitações atuais são bem diferentes das que ocorriam há 40 anos. Ele avalia que precisam ser realizadas pesquisas, a serem elaboradas em universidades.

Governo do Estado investe R$ 9,2 milhões em infraestrutura em Caracol
Caracol vai receber mais de R$ 2,8 milhões em obras a serem executadas pelo Governo do Estado em parceria com a prefeitura e deputados federais e est...
Assembleia vota Orçamento de R$ 14,4 bilhões de 2018 na terça-feira
O Orçamento de R$ 14,4 bilhões do Governo de Mato Grosso do Sul para 2018 passará pela votação em segunda discussão na terça-feira (19) na Assembleia...


AINDA BEM, QUE DEUS É BONÍSSIMO, POIS O GOVERNADOR É PESSOA DIGNA DA FORÇA DE DEUS, NUNCA ABANDONOU O POVO CAMPOGRANDENSE, VALEU A PENA, QUANDO ELEGERAM ANDRÉ PREFEITO, E CONTINUA ATÉ HOJE, SE NÃO FOSSE AS ATITUDES DO ANDRÉ, ESTARÍAMOS FEIO, DEUS ABENÇOE O GOVERNADOR, QUE DE A ELE MUITA SAÚDE, INTELIGÊNCIA E SABEDORIA, POIS QUE É DE DEUS, SEMPRE ESTÁ DISPONÍVEL.
 
PEDRO BRAGA em 30/01/2012 05:49:00
A chuva sempre foi a mesma, o problema ta no crescimento desordenadado da cidade junto com a falta de planejamento e obras impróprias para esse volume de chuvas!!
 
Déo Ratier em 30/01/2012 04:50:45
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions