A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 17 de Agosto de 2017

24/11/2014 18:41

Reinaldo não vai interferir na presidência da Casa, diz deputado aliado

Ludyney Moura
Zé Teixeira também é um dos candidatos a substituir Jerson Domingos na presidência da Assembleia (Foto: Divulgação/Giuliano Lopes/ALMS)Zé Teixeira também é um dos candidatos a substituir Jerson Domingos na presidência da Assembleia (Foto: Divulgação/Giuliano Lopes/ALMS)

As especulações sobre o substituto de Jerson Domingos (PMDB) na presidência da Assembleia Legislativa passam, mesmo que sem interferência, pela pessoa do governador eleito, Reinaldo Azambuja (PSDB). Para um de seus principais aliados na Casa, deputado Zé Teixeira (DEM), o tucano não irá interferir na escolha.

“O Reinaldo é inteligente, não vai interferir na escolha do próximo presidente da Casa. E também não vai barganhar isso em troca de apoio”, disse o democrata.

O deputado Junior Mochi (PMDB), favorito para assumir o comanda da Casa, revelou ao Campo Grande News que já ofereceu a 1ª secretaria da Casa ao grupo de Azambuja. Ele também defende a participação das maiores bancadas na formação da Mesa Diretora.

Já Zé Teixeira afirma que está é “uma disputa aberta”. “Os 24 (deputados estaduais) tem direito (à presidência). Será eleito quem construir pelo menos 13 votos. De qualquer forma, nós teremos harmonia, tranquilidade e desprendimento na decisão”, declarou Teixeira, que também é um dos postulantes ao cargo.

Ainda segundo o deputado, Reinaldo deverá se encontrar com os deputados esta semana, na sede do legislativo estadual. O tucano está fora do Estado. Ele teria ido até o Estado da Bahia para um encontro com o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM). A assessoria do governador eleito confirma a viagem de Azambuja, mas não o destino, e informa que o encontro com os deputados deve acontecer na manhã da próxima quarta-feira (26).

“O Reinaldo me disse que vai falar (no encontro com os deputados) sobre o orçamento e sobre a possibilidade de melhorar o valor das emendas parlamentares”, disse Zé Teixeira.

Questionado sobre a possibilidade de aumentar o teto das emendas parlamentares de R$ 800 mil para R$ 1 milhão, na futura gestão tucana, o democrata se mostrou otimista. “É possível pensar em mais. O Reinaldo será o governador que melhor vai valorizar a Casa”, finalizou.

Apesar das crescentes especulações e movimentações em torno da escolha do novo presidente da Assembleia, a eleição oficial só ocorrerá no início da próxima legislatura, em fevereiro de 2015. 




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions