A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 19 de Agosto de 2017

12/09/2016 20:27

Reinaldo participa de reunião com nova presidente do STF nesta terça

Questões em comum entre os estados serão debatidas. Depois, governador assinará acordo com Ministério do Planejamento

Nyelder Rodrigues
Governador participou nesta noite de encontro para definir as prioridades da reunião com Cármen Lúcia (Foto: Divulgação)Governador participou nesta noite de encontro para definir as prioridades da reunião com Cármen Lúcia (Foto: Divulgação)

A nova presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), a ministra Carmén Lúcia, se reúne com o governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), e outros governadores nesta terça-feira (13), às 9h, para discutir questões em comum entre os estados e que tramitam no Supremo.

Chamada de pauta federativa, a discussão envolve processos em que os estados buscam proteger seus interesses. A intenção de realizar o encontro é a de acelerar julgamentos em que hajam interesse social e também reduzir os conflitos envolvendo unidades da federação e que acabam indo parar na esfera judicial.

A reunião foi solicitado pela própria ministra, que tomou posso como presidente do Supremo Tribunal nesta segunda-feira (12). As prioridades dos governadores que serão abordadas foram definidas nesta noite no Palácio Buriti, sede do Governo do Distrito Federal.

Reinaldo já está em Brasília (DF), onde participou nesta segunda-feira (12) da cerimônia de posse de Cármen Lúcia, que começou à tarde e terminou no início da noite. Vários outros governadores também participaram, além do presidente da República, Michel Temer (PMDB), do Senado, Renan Calheiros (PMDB), e da Câmara Federal, Rodrigo Maia (DEM).

Rede Siconv - Além da reunião com a presidente do STF, Reinaldo Azambuja assina às 11h30 o acordo de adesão de Mato Grosso do Sul à Rede Siconv (Sistema de Gestão de Convênios e Contratos de Repasse).

O acordo será feito em parceria com o Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, e com a Enap (Escola Nacional de Administração Pública). A adesão vai ampliar o acesso do Estado ao Siconv, melhorando a execução de convênios e também a gestão dos recursos em questão nestes contratos.

Juiz Sérgio Moro nega suspensão de segundo interrogatório de Lula
O juiz federal Sérgio Moro negou nesta sexta-feira, 18, o pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para adiar seu interrogatório m...
Cármen Lúcia determina que tribunais divulguem salários de magistrados
A ministra Carmen Lúcia, presidente do STF (Supremo Tribunal Federal) e do CNJ (Conselho Nacional de Justiça), assinou nesta sexta (18) uma portaria ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions