A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

03/08/2013 17:03

Salários de servidores comissionados no TCE superam os dos efetivos

Zemil Rocha
Comissionados indicados pelos conselheiros recebem salários mais altos (Foto: Arquivo)Comissionados indicados pelos conselheiros recebem salários mais altos (Foto: Arquivo)

A remuneração dos cargos comissionados do Tribunal de Contas do Estado (TCE) é bem superior à paga aos titulares de cargos efetivos, que precisam fazer concurso, como o que acontece amanhã para preencher 30 vagas de Auditor de Controle Externo, cujo subsídio mensal é de R$ 6.697,72 em início de carreira. No total, o TCE tem 355 servidores do quadro efetivo e 219 comissionados, que são preenchidos por indicação dos sete conselheiros, ocupantes de cargos vitalícios que estão no topo da pirâmide salarial, com R$ 25.323,51 mensais.

Fora os conselheiros e auditores que estão no topo da lista remuneratória, os seus assessores e demais funcionários comissionados recebem salários que variam de R$ 21.007,65 do Secretário-Geral do TCE a R$ 4.173,00 do Assessor de Gabinete II, que recebe R$ 4.173,00 por mês, passando por chefe de gabinete de conselheiro, que tem no final de cada mês R$ 14.005,10 e assessor de comunicação social, que recebe R$ 7.752,82. Há um quadro de nível médio com salários inferiores, mas que está em extinção.

Já entre os titulares de cargos efetivos, os salários variam de R$ 6,6 mil para Auditor de Controle Externo a R$ 1.429,27 para Auxiliar Técnico Administrativo.

Embora também sejam servidores efetivos, os Auditores do Corpo Especial do TCE, cujo concurso será aberto nos próximos dias para preenchimento de três vagas, são um quadro à parte, pois têm função inclusive de substituir os conselheiros do Tribunal nas suas férias e impedimentos. A remuneração deles é de R$ 24.057,33 no começo da carreira.

 

 



infelizmente é o mal da livre nomeação . e servidor que sonha com vida melhor fica pra depois . é um verdadeiro câncer administrativo do brasil.
 
janilson cavalcante em 03/08/2013 21:48:47
Que vergonhoso isso..
 
Paulo Brito em 03/08/2013 20:40:17
Em todo o funcionalismo Público é assim, paga mau os concursados para pagar bem os apadrinhados.
 
Cesar Pereira em 03/08/2013 19:09:19
A primeira reforma que o Brasil precisa é a reforma administrativa. Só o governo federal são quase 23 mil cargos comissionados. Imagine se fizer um levantamento nos três poderes e nos três níveis, municipal, estadual e federal!!!!

Mais do que a reforma política proposta pelo Governo Federal, que é necessária, o brasileiro quer é a reforma dos políticos e dos administradores públicos. Quer vergonha na cara!!!
 
Bruno Baque em 03/08/2013 18:33:04
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions