A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

17/11/2011 12:56

Senador Antonio Russo lembra os cinco anos da morte de Ramez Tebet

Edmir Conceição

O senador Antonio Russo (PR-MS) faz pronunciamento hoje no Senado para lembrar os cinco anos da morte do senador Ramez Tebet. Ramez faleceu em 17 de novembro de 2006. "Ele foi um dos nossos mais importantes políticos, tendo ocupado cargos de extrema relevância não só em Mato Grosso do Sul como na alta cúpula do poder nacional”, diz Antonio Russo. “A homenagem que faremos visa deixar acesa na memória da sociedade os feitos e grandeza de Ramez num momento importante da nossa história”, afirmou.

Ontem, na Assembleia Legislativa, o deputado Diogo Tita (PPS) mencionou os cinco anos da morte do senador, destacando a habilidade e o dom da oratória do político sul-matogrossense. "Ele sabia ser duro quando precisava, mas sempre buscava o entendimento. Ramez sempre honrou, com muita dignidade, o mandato que o povo lhe confiou. Mesmo fragilizado pela doença, enfrentou-a com dignidade e galhardia. Ramez faz muita falta para Mato Grosso do Sul”, disse Tita.

Biografia - Nascido em Três Lagoas, Ramez Tebet formou-se em Direito pela UERJ (Universidade do Estado do Rio de Janeiro). Na vida pública, foi prefeito de sua cidade natal, secretário de de Justiça, vice-governador e governador de Mato Grosso do Sul. Nos anos 90, foi ministro da Integração Nacional na gestão do presidente Fernando Henrique Cardoso.

Entre 20 de setembro de 2001 a 31 de janeiro de 2003, Tebet foi o presidente do Senado Federal. Em pleno segundo mandato, o senador peemedebista morreu de câncer no fígado. Ele deixou a esposa Fairte Nassar Tebet e quatro filhos: Simone Nassar Tebet (advogada e atual vice-governadora), Eduarda Nassar Tebet (médica), Rodrigo Nassar Tebet (professor) e Rames Nassar Tebet (advogado).



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions