A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 16 de Agosto de 2017

15/05/2014 19:54

Servidores ficam “presos” na SAS, que está cercada por 20 guardas municipais

Josemil Arruda
SAS está cercada: ninguém entra, ninguém sai (Foto: Marcelo Victor)SAS está cercada: ninguém entra, ninguém sai (Foto: Marcelo Victor)

Há um grupo de vinte servidores da Secretaria Municipal de Ação Social e Cidadania (SAS) que está sendo impedido de sair. O prédio da SAS está fechado e cerca de 20 guardas municipais estão cercando-o. “Estamos todos aqui e estamos sendo impedidos de sair”, informou um servidor que está dentro da secretaria.

Nilton Lima, que era diretor de manutenção, transporte e segurança da SAS na gestão de Bernal, disse que quando saiu decisão da volta do progressista à prefeitura foi designado, por volta de 15h30, para ir para a SAS. “Recebi ligação do próprio Bernal que me disse para vir aqui e dar notícia de que Bernal ia voltar e acompanhar saída de funcionários para que não fossem levados documentos”, informou o ex-assessor.

 

Nilton foi enviado por Bernal para SAS (Foto: Marcelo Victor)Nilton foi enviado por Bernal para SAS (Foto: Marcelo Victor)

Segundo ele, esse procedimento preventivo aconteceu em todas as secretarias municipais. “Bernal mandou gente para todas as secretarias”, informou Lima, revelando ainda que depois da reunião que o prefeito teve no Paço com seu antigo secretariado todos foram para as pastas onde foram titulares.

A própria vereadora Thaís Helena, que foi titular da SAS, esteve na sede da pasta e depois voltou para Paço Municipal. Nilton Lima negou, porém, que tivessem havido tumulto e que pessoas estejam sendo impedidas de sair da secretaria.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions