A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

19/01/2009 15:00

Silveira renuncia à presidência municipal do PSDB

Redação

O vereador Cristóvão Silveira protocolou hoje seu pedido de renúncia à presidência municipal do PSDB. A informação foi confirmada há pouco, pelo próprio parlamentar, ao Campo Grande News.

Silveira disse que decidiu renunciar ao comando do partido em Campo Grande logo após reunião da Executiva ocorrida na semana passada.

Na ocasião, foi decidido o destino político do vereador João Rocha, acusado de infidelidade partidária, justamente por deixar de votar em Silveira na disputa pela presidência da Câmara, para apoiar o projeto de Paulo Siufi (PMDB), que acabou vencendo a queda-de-braço.

No entanto, Silveira afirma que este fator não foi preponderante em sua decisão de abandonar a presidência municipal da legenda.

"Não tem nada a ver. Eu vou assumir a liderança do partido na Câmara, e acho que já cumpri minha missão como presidente municipal do PSDB. Já dei minha colaboração e achei por bem entregar", explicou o vereador.

Silveira afirmou que a decisão foi de cunho pessoal e que analisou os aspectos "particular, político e partidário" antes de tomar sua decisão.

"Estou entregando para a regional decidir qual o melhor caminho. Hoje quem manda no partido é quem tem mandato federal, então eles saberão o que é melhor para o PSDB", espetou Silveira, aparentemente irritado com a situação.

Segundo o vereador, seu mandato iria até agosto ou setembro deste ano, e existem algumas opções para alterar o comando municipal do PSDB.

"Eles podem convocar uma provisória, podem indicar alguém da Executiva, como a primeira-secretária, eles é que vão analisar qual o melhor caminho".

Hoje, a primeira-secretária do PSDB de Campo Grande é a secretária interina de Educação, Maria Cecília Amêndola Motta.

O vice, advogado Geraldo Escobar, não poderá assumir, pois pediu licença do partido para disputar um cargo no TRE (Tribunal Regional Eleitoral).

Reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, diz Meirelles
A reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, de acordo com o ministro da Fazenda Henrique Meirelles. A declaração foi dada na noite de...
Quanto mais reforma demorar, mais dura será correção, diz ministro
Caso o governo não consiga aprovar a reforma da Previdência ainda este ano, conseguirá em 2018, disse hoje (11) o ministro do Planejamento, Dyogo Oli...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions