A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 23 de Setembro de 2018

07/03/2010 08:31

Valter denuncia compra de votos para Moka nas prévias

Redação

O senador Valter Pereira (PMDB) denunciou nesta manhã que as prévias do partido para definir quem será o candidato do PMDB ao Senado estão "contaminadas" pela compra de voto em favor do deputado federal Waldemir Moka, seu adversário na disputa pela vaga. O valor, por voto, seria de R$ 50,00.

"Não sei a atitude que vou tomar, mas sinto cheiro de contaminação do pleito e isso me preocupa", declarou, ao chegar ao local das prévias, o colégio Joaquim Murtinho.

"Acredito que vou ganhar, mas independentemente isso me preocupa, porque vamos ter eleição em outubro", insinuando que poderá não ter apoio do comando do partido para a eleição.

Mesmo o fato de a votação ser secreta não inspira confiança em Valter Pereira."Confere segurança, mas não total", disse.

O senador, que assumiu a vaga após a morte de Ramez Tebet, direcionou suas denúncias à primeira-dama de Campo Grande, Antonieta Trad, e ao "primeiro-damo" de Três Lagoas, o marido da prefeita Simonet Tebet, Eduardo Rocha, presidente do PMDB em Três Lagoas.

Valter Pereira diz que os dois estão coagindo servidores das duas cidades filiados ao partido votar em Moka nas prévias. Para ele, a máquina pública nestes municípios está sendo usada em favor do deputado federal.

Apesar das denúncias verbais, o senador disse que não pretende entrar na Justiça. "Mas seguramente não vou digerir um resultado contaminado", afirmou.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions