A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

10/03/2011 10:55

Vereador que levou sapatada vai enfrentar cassação em Dourados

Aline dos Santos
No ano passado, bonatto foi alvo de sapatada ao tentar reabrir trabalho na Câmara. (Foto: Sidney Bronka)No ano passado, bonatto foi alvo de sapatada ao tentar reabrir trabalho na Câmara. (Foto: Sidney Bronka)

Os vereadores afastados Júlio Artuzi (Tio Júlio) e Aurélio Bonatto vão enfrentar processo de cassação na Câmara de Dourados. Hoje, as comissões processantes leram os relatórios e decidiram pela procedência da denúncia.

Agora, cabe à presidência da Câmara convocar as sessões para julgamento. Após ser preso em setembro de 2010 pela PF (Polícia Federal), durante a operação Uragano, Bonatto ficou conhecido por levar uma sapatada ao tentar reabrir os trabalhos na Câmara.

Os vereadores afastados não compareceram à leitura dos relatórios. De acordo com o vereador Walter Hora (PPS), os investigados não são obrigados a comparecer nem enviar advogado de defesa.

Nesta quinta-feira, também serão lidos os relatórios das comissões sobre os vereadores afastados Paulo Henrique Bambu, Humberto Teixeira Júnior e José Carlos Cimatti.

Os dois últimos recorreram à justiça para extinguir as comissões, mas não obtiveram sucesso. Mesmo afastado, eles recebem salários.

No último dia 3, Claudio Marcelo Hall, o Marcelão, foi cassado por quebra de decoro parlamentar. Já Zezinho da Farmácia, filmado recebendo dinheiro de propina, renunciou para não enfrentar o julgamento na Câmara.

A operação Uragano prendeu 9 dos 12 vereadores de Dourados, além do prefeito Ari Artuzi e o vice Carlinhos Cantor. Após 90 dias na cadeia, Artuzi e Cantor renunciaram.

No mês passado, em eleição fora de época, Murilo Zauith (DEM) foi eleito prefeito.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions