A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

03/09/2010 22:36

Vereadora de Dourados é indicada para ser interventora

Redação

O diretório municipal do PMDB se reuniu hoje à noite em Dourados para analisar o quadro político depois da Operação Uragano, que colocou na cadeia o prefeito Ari Artuzi (PDT), nove vereadores, secretários municipais, servidores públicos e empresários.

Conforme o Dourados News, o partido foi o único com representante na Câmara que não teve nenhum envolvido no escândalo. A vereadora Délia Razuk não foi citada nas gravações e nem no relatório da PF (Polícia Federal) sobre o escândalo.

Laudir Munaretto, presidente do diretório municipal do PMDB, explica que serão indicados os nomes de Délia, do empresário Antonio Nogueira e do médico Sebastião Nogueira para que o governador André Puccinelli possa escolher um deles como interventor depois que o diretor do Fórum de Dourados, juiz Eduardo Machado Rocha, deixar a prefeitura.

Isso só deve acontecer depois que o TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) julgar o pedido de intervenção no município, que foi apresentado hoje pelo MPE (Ministério Público Estadual). Caso haja deferimento por parte da Justiça, caberá a Puccinelli indicar interventor.

Nesta sexta-feira, o TJ/MS, através de decisão proferida pelo desembargador João Carlos Brandes Garcia, deferiu o pedido do MPE para que o juiz Eduardo Machado Rocha assuma a prefeitura "prontamente" no lugar de Artuzi.

Governo do Estado investe R$ 9,2 milhões em infraestrutura em Caracol
Caracol vai receber mais de R$ 2,8 milhões em obras a serem executadas pelo Governo do Estado em parceria com a prefeitura e deputados federais e est...
Assembleia vota Orçamento de R$ 14,4 bilhões de 2018 na terça-feira
O Orçamento de R$ 14,4 bilhões do Governo de Mato Grosso do Sul para 2018 passará pela votação em segunda discussão na terça-feira (19) na Assembleia...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions