A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

04/09/2010 10:35

Vereadores citados em esquema são vaiados em posse

Redação

Os vereadores Gino Ferreira (DEM) e Dirceu Longhi (PT), dois dos únicos três parlamentares que não foram presos pela Operação Uragano, deflagrada nesta semana pela PF (Polícia Federal) em Dourados, foram vaiados em coro por todo o público presente na solenidade de posse do juiz interventor Eduardo Machado Rocha, no plenário da Câmara Municipal.

Apesar de não terem sido presos pela polícia, os parlamentares foram indiciados por integrar o esquema de fraude em licitações e pagamento de propina, tendo como principal algoz o prefeito afastado Ari Artuzi (PDT), que está preso numa das celas da 3ª Delegacia de Polícia Civil de Campo Grande.

Na sessão de posse de Eduardo também estão presentes os vereadores Délia Razuk (PMDB), que preside os trabalhos e Idenor Machado (DEM), que ocupa vaga na Casa de Leis no lugar de Paulo Henrique Bambu, atualmente licenciado e também envolvido no esquema de corrupção.

Citado durante a sessão solene de posse, o delegado da PF, Bráulio Galoni, foi ovacionado por todos os presentes, assim como Eduardo Machado Rocha, ao ser empossado como prefeito interino de Dourados pela vereadora Délia Razuk.

Alguns secretários da administração de Artuzi também fizeram questão de acompanhar a solenidade, como Edmilson Morais (Educação), Maurício Peralta (Agricultura), Itaciana Santiago (Assistência Social) e Eleandro Passaia (de Governo). Este último foi o delator do esquema e, segundo informado por Eduardo Machado, permanecerá em sua equipe.

Em seu pronunciamento, Rocha adiantou que na segunda-feira (6) fará reunião na sede da prefeitura com todos os funcionários do Executivo, a fim de avaliar a situação de caos instalada no município. Por isso o expediente seguirá normalmente.

Dentre algumas medidas que serão adotadas pelo juiz durante seu mandato interino está a instalação de auditorias nas secretarias municipais para constatar possíveis irregularidades como em contratos. (Colaborou Sidnei Bronka, de Dourados).

Governo do Estado investe R$ 9,2 milhões em infraestrutura em Caracol
Caracol vai receber mais de R$ 2,8 milhões em obras a serem executadas pelo Governo do Estado em parceria com a prefeitura e deputados federais e est...
Assembleia vota Orçamento de R$ 14,4 bilhões de 2018 na terça-feira
O Orçamento de R$ 14,4 bilhões do Governo de Mato Grosso do Sul para 2018 passará pela votação em segunda discussão na terça-feira (19) na Assembleia...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions