A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

10/09/2009 15:42

Vereadores de MS esperam votação final de PEC no dia 23

Redação

A segunda votação da PEC dos Vereadores deve ocorrer no dia 23, segundo informou o suplente de vereador em Campo Grande, Tony Ueno (PT do B).

O acerto, de acordo com ele, foi feito com os líderes do PMDB, Henrique Alves (RN), e do PT, Cândido Vaccarezza (SP). Cerca de 75 suplentes de Mato Grosso do Sul acompanharam a votação em plenário nesta quarta-feira.

Em Mato Grosso do Sul, 117 suplentes devem tomar posse assim que a PEC for promulgada. Depois disso, eles devem procurar o TRE (Tribunal Regional Eleitoral) para buscar informações e agilizar a posse.

A PEC 336/2009 garante o retorno de mais de 7.300 novos vereadores em todo o Brasil, enquanto a PEC 379/2009 irá diminuir os percentuais dos repasses para as Câmaras Municipais. Elas vieram com este formato do Senado e foram unidas em um substitutivo.

A aprovação da proposta será retroativa às eleições de 2008. Somente os salários começarão a ser pagos aos suplentes assim que assumirem os mandatos.

Suplente de vereador em Dourados, Valter Hora (PPS) também acompanhou a votação e lembrou que, em seu município, nove pessoas devem tomar posse.

Ele acredita que o presidente da Câmara local, Sidley Alves (DEM), não criará maiores problemas para dar posse aos suplentes.

"A Lei Orgânica já foi modificada, já há essa definição. Nosso presidente tem declarado que a posse deve ser imediata, sem maiores problemas", explicou.

Segundo Tony Ueno, o presidente da Câmara de Naviraí tende a criar empecilhos para dar posse aos suplentes. "Ele pode tentar protelar até janeiro", alertou.

A expectativa é que oito vereadores assumam vagas em Campo Grande. Em outros importantes municípios do Estado, como Três Lagoas, Ponta Porã e Corumbá, serão sete suplentes beneficiados.

Na Capital, poderão assumir as vagas, além de Tony Ueno, os suplentes Maria Emília Sulzer (PMDB), Athayde Nery (PPS), Alex do PT, Eduardo Romero (PV), Deley Pinheiro (DEM), Pastor Raimundo (PRB) e Miltinho Viana (PSL).

Governo do Estado investe R$ 9,2 milhões em infraestrutura em Caracol
Caracol vai receber mais de R$ 2,8 milhões em obras a serem executadas pelo Governo do Estado em parceria com a prefeitura e deputados federais e est...
Assembleia vota Orçamento de R$ 14,4 bilhões de 2018 na terça-feira
O Orçamento de R$ 14,4 bilhões do Governo de Mato Grosso do Sul para 2018 passará pela votação em segunda discussão na terça-feira (19) na Assembleia...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions