A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

25/06/2009 11:22

Vereadores discutem gratuidade no transporte coletivo

Redação

Com 20 projetos em pauta para conceder título de cidadão Campo-grandense, a sessão de hoje da Câmara Municipal foi dominada por um tema mais polêmico: a redução nas gratuidades para diminuir o valor da tarifa do transporte coletivo.

A questão foi levada pelo MPE (Ministério Público Estadual) ao Legislativo na última segunda-feira. A promotora Regina Broch (Defesa do Consumidor) deu prazo de 15 dias para a revisão do valor, antes de acionar a Justiça.

De pronto, os vereadores argumentam que o preço da tarifa é competência da prefeitura, contudo, a Câmara deve encaminhar sugestões ao prefeito Nelsinho Trad (PMDB).

De acordo com o presidente da Casa, vereador Paulo Siufi (PMDB), uma das possibilidades é o recadastramento dos beneficiados com o passe gratuito. Para ele, a solução seria que os alunos estudassem perto de casa.

Já no caso das escolas particulares, a gratuidade só seria permitida para pessoas sem condições de arcar com o custo do transporte. "Não sou contra a gratuidade. Mas a favor de um fundo de participação envolvendo Estado, faculdades particulares, escolas particulares, Tribunal de Justiça, Correios", salienta.

O MPE questionou a gratuidade para funcionários dos Correios e oficiais de Justiça. "Vamos moralizar.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions