A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

11/12/2012 15:37

Vereadores duvidam de afirmação de Bernal sobre salário

Gabriel Neris e Luciana Brazil
Airton Saraiva diz que Alcides Bernal quer ser popular ao rejeitar aumento de salário (Foto: Luciano Muta)Airton Saraiva diz que Alcides Bernal quer ser popular ao rejeitar aumento de salário (Foto: Luciano Muta)

Os vereadores de Campo Grande comentaram durante sessão desta terça-feira (11) o possível aumento de salário do prefeito eleito Alcides Bernal (PP). Atualmente, o salário do prefeito da Capital é de R$ 15,8 mil, e ficou próximo do que é pago aos parlamentares, que subiu de R$ 9,2 mil para R$ 15 mil.

Bernal diz que não pedirá o aumento, mas o vereador Airton Saraiva (DEM) não acredita nessa hipótese. “Ele (Bernal) está fazendo demagogia, é uma forma de querer aparecer, quer mostrar populismo”, comentou o parlamentar, antes de afirmar que é favorável ao aumento do salário do prefeito e também dos secretários.

O vereador Vanderlei Cabeludo (PMDB) afirmou que votará contra o aumento do salário de Bernal. “Não entendo certas coisas, o que acontecem são milagres. O cara (Bernal) ganha R$ 20 mil como deputado e deixa o cargo para ser prefeito. É o único que abaixa o salário”, afirma o vereador.

Paulo Siufi (PMDB), presidente da Câmara Municipal de Campo Grande, afirma que o direito de Bernal é constitucional. “Mas ele não quer. Ele foi eleito, ele tem que falar”, cutuca Siufi, pedindo que haja um entendimento sobre a situação.

O vereador Mário César (PMDB) classificou como “filantropia” a intenção de Bernal de não aumentar o valor do salário. “Mas como é que ele vai fazer se trouxer secretário de fora para cá ganhando R$ 8 mil bruto. Não vem”, alfineta. “Essa matemática não dá certo, tem que ser capacitado para isso”, complementa.



Indignissimos vereadores, se vocês não estavam satisfeitos com os salários. Por que se reelegeram?
Paulo Siufi, Vanderlei Cabeludo e Mario Cesar, não se preocupem, vocês não serão reeleitos no próximo mandato. Esses serão seus últimos 4 anos como vereadores.
 
Renato Gonçalves em 12/12/2012 01:31:59
A Verdade é que esses Vereadores que ganham muito, deixem o Bernal em paz. Afinal foi vontade do povo, o povo quis e mandou para Prefeito.
 
vera cristina soares em 11/12/2012 18:26:23
Inacreditável, mas é mostra de discernimento, bom senso; ele poderia então se manifestar também contra o aumento descarado do salário de vereadores, ai fecha de verdade com o que o povo quer, depois é sair para o abraço.
 
Rodolfo de Toledo em 11/12/2012 16:57:34
Tem que ser coerente, a fixação do subsídio do Prefeito, Secretários, Vice Prefeito e Vereadores é uma norma constitucional que valerá para 4 anos; Já que o Vereador fixou os seus subsídios dentro dos parametros constitucional (correto), também tem que fixar o subsídio do Prefeito, Vice e Secretários, não é aumentar salários isto, ele o Prefeito eleito não tem que palpitar sobre isso, quem fixa e define é a Câmara e pronto., para estes cargos não tem parametro, somente não poderão ganhar acimo do ministro do STF; Bernal chega de sensacionalismo, deixe a Câmar definir, fique na sua; Outra se quer congelar o IPTU diga logo aos vereadores, que eles reprovam o aumento, certos que há um medo e arrependimento posterior, ficar sem esta receita, tem aprovar agora para vigorar ano que vem.
 
Milton Romanini em 11/12/2012 16:47:53
Já que ele é tão populista e ama o povo, que abra mão dos salários, assunto resolvido.
 
Yuri Zurutuza em 11/12/2012 16:43:59
Não é o Alcides Bernal que quer ganhar pouco como prefeito, são vocês vereadores que querem ganhar muito, muito mais, aliás do que merecem.
 
ari rolim em 11/12/2012 16:26:43
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions