A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

01/01/2009 21:37

Vereadores votam reforma, mesmo correndo risco

Redação

A um passo de votar os dois projetos que tratam da reforma administrativa nas secretarias municipais de Campo Grande, os vereadores tiveram dúvidas sobre a possibilidade de descumprir norma do regimento interno da Câmara, que autoriza votação apenas de projetos apresentados na mesma legislatura, os outros deveriam ser arquivadas.

Mesmo sabendo disso, o novo presidente da Casa, vereador Paulo Siufi (PMDB), prefere arriscar.

Segundo a CCJ (Comissão de Constituição e Justiça), presidida na respectiva sessão pelo vereador Marcelo Bluma (PV), existe o entendimento de que por se tratar de uma sessão extraordinária os projetos poderão ser votados.

Bluma acredita que o projeto está regular, mas admite: "tudo é passível de contestação", ou seja, a votação pode vir a ser contestada.

Na versão do secretário Municipal de Administração, Jorge Martins, os projetos da reforma correriam o risco de não serem votados hoje, por falta de quorum. Siufi achou melhor tentar correr o risco.

Caso a reforma não seja votada por algum motivo ou sofra resistência, deixará evidente que a posse dos secretários, ocorrida hoje, tratou-se apenas de uma cerimônia simbólica.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions