A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 23 de Setembro de 2017

22/08/2017 18:50

Vídeo mostra último programa eleitoral de Pedrossian antes de deixar a política

Ex-governador faleceu na madrugada desta terça-feira, dia 22; ao longo dia, familiares e autoridades prestaram as últimas homenagens e deram adeus ao líder político.

Mayara Bueno
Ex-governador Pedro Pedrossian, que faleceu nesta terça-feira, dia 22. (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo).Ex-governador Pedro Pedrossian, que faleceu nesta terça-feira, dia 22. (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo).

Em quase cinco minutos de vídeo, o ex-governador de Mato Grosso do Sul, Pedro Pedrossian tentou, em 1998, convencer o povo sul-mato-grossense de que ele seria a melhor opção para comandar o Estado, no que seria, se eleito, a quarta passagem pelo governo.

Na ocasião, o ex-governador era do PTB. Pouco antes do dia da eleição, Pedrossian havia declarado no último debate, promovido pela TV Morena, que não precisaria ser governador, o que deu a entender que não queria a disputa.

O programa eleitoral serviu para provar que o ex-governador tinha, sim, intenção de chefiar o Estado mais uma vez. Com a qualidade de imagem que a tecnologia da época permitia, o vídeo tinha os tradicionais singles de campanha eleitoral e, quase no fim, a declaração de Pedro.

Se dizendo feliz por ter escolhido se candidatar novamente, o ex-governador afirmou que havia conquistado um vitória ao mostrar aos eleitores os problemas que MS passava.

Para ele, o Estado na época, conforme a propaganda, havia andado para trás. "E apesar de o governo dizer o contrário, eu sei que você sente que as coisas não vão bem, afinal sua vida está longe de ser uma maravilha. Que o diga os funcionários públicos", trazia a campanha.

Governador de MS, Reinaldo Azambuja (PSDB),
à direita, no velório de Pedrossian. (Foto: Marcos Ermínio).Governador de MS, Reinaldo Azambuja (PSDB), à direita, no velório de Pedrossian. (Foto: Marcos Ermínio).

A outra vitória esperada, dizia, seria nas urnas, com os eleitores definindo ele como governador. "Deus há de permitir que eu devolva o orgulho de ser daqui", pedia. Lembrava que não havia prometido algo que não poderia cumprir, afirmando que jamais decepcionaria o eleitor. "Você sabe que é verdade".

Mesmo com a campanha e o histórico de obras construídas no então estado uno de Mato Grosso, Pedro Pedrossian não se elegeu naquele ano. A eleição foi para o segundo turno, entre Ricardo Bacha (PSDB) e José Orcírio Miranda dos Santos, do PT, que venceu o pleito. Entre os dois, o apoio do ex-governador foi para o petista.

Morte e homanagens - Pedrossian morreu nesta terça-feira, dia 22, aos 89 anos. Já bastante debilitado, conforme contaram familiares, o ex-governador sofreu insuficiência respiratória na noite de segunda-feira, dia 21. Foi medicado e morreu enquanto dormia.

Ao longo dia, seu corpo foi velado no Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo, obra construída por Pedrossian. O enterro ocorreu há pouco no Cemitério Parque das Primaveras. 

Pedrossian foi governador por três vezes, de 1966 e 1971. Em 1980, foi nomeado para comandar Mato Grosso do Sul, posto que retomou em 1991, quando foi eleito nas urnas.

Confira no vídeo abaixo o último programa eleitoral de Pedro Pedrossian.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions