A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

30/06/2009 18:56

Voto de minerva livra Rudi da cassação em Sapucaia

Redação

O voto do desembargador Rêmolo Letteriello livrou o prefeito Rudi Paetzold (PMDB) de ser cassado em Coronel Sapucaia, cidade distante 394 quilômetros de Campo Grande. O peemedebista é acusado de compra de votos e também por ter fretado dois ônibus no dia 2 de outubro do ano passado, que seguiram lotados de Água Clara até Sapucaia.

Na semana passada, o julgamento foi adiado e apenas dois votos foram contabilizados contra a cassação de Rudi. Na votação de hoje, o prefeito obteve um foto a seu favor e três contra; o voto de minerva ficou a cargo de Letteriello, que comandou a sessão no lugar do presidente do TRE, desembargador Luís Carlos Santini.

A decisão de adiamento do julgamento do peemedebista foi tomada por membros do TRE, a pedido do advogado Ary Raghiant Neto, que compõe o colegiado de votação.

Acusações - Ontem, moradores de Coronel Sapucaia realizaram protesto em frente ao TRE, com o objetivo de cobrar a cassação de Rudi. Os manifestantes distribuíram panfletos divulgando uma reportagem com a informação de que um acerto milionário pouparia o peemedebista.

Durante o protesto, o grupo também distribuiu um CD-ROM com três vídeos referentes à compra de votos: um com 6 minutos, o segundo com 3 minutos e o último com 1 minuto e 50 segundos. O último vídeo pode ser assistido aqui.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions