A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

16/11/2009 11:14

Abates atingiram o melhor nível em 21 meses

Redação

Após vários meses de redução nos abates de bovinos, em outubro dos frigoríficos de Mato Grosso do Sul atingiram o maior volume desde janeiro de 2008, conforme dados da Superintendência Federal de Agricultura.

Foram 286.758 animais abatidos, o que representa aumento de 11,8% em relação ao volume de abates de setembro. Se comparado com outubro do ano passado a reação é de 27%.

O presidente do Sindicato Rural de Campo Grande, José Lemos Monteiro, afirma que o aumento em outubro decorreu da liquidação dos animais criados em confinamento. Ele ressalta que neste ano os pecuaristas receberam R$ 74,00 pela arroba em plena entressafra ao passo em que na safra passada a negociação era na casa dos R$ 85,00.

"Os frigoríficos estão matando as galinhas de ovos de ouro deles", afirma. Segundo ele, o custo fixo é de R$ 79,00 por arroba.

Como segurar animais de confinamento no pasto significa perder de R$ 3,50 a R$ 4,00 ao dia, os estoques foram liquidados. "Neste ano as chuvas vieram mais cedo e já começamos a ter boi de pasto, mas neste caso é diferente porque se o preço não estiver bom o produtor pode segurar", afirma.

Sendo assim, para este mês e o próximo a expectativa é de queda nos abates. O setor prevê que neste ano os abates não passem dos 2,8 milhões de animais ao passo em que no ano passado atingiram 3 milhões. Até outubro eram 2,5 milhões, segundo a SFA.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions