A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

09/08/2012 08:58

Chico Maia é empossado presidente da Frente Nacional da Pecuária

Francisco Júnior
Chico Maia durante solenidade de posse. (Foto; Divulgação)Chico Maia durante solenidade de posse. (Foto; Divulgação)

O presidente da Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul), Francisco Maia, tomou posse oficialmente como presidente da Fenapec (Frente Nacional da Pecuária). A solenidade foi realizada na noite de terça-feira (7), em Brasília.

A ideia da criação da Fenapec foi lançada pelo próprio presidente da Acrissul, Chico Maia, durante evento na Expozebu em maio deste ano. Em maio ainda a Acrissul promoveu um grande ato na sede da entidade em Campo Grande, reunindo 1.600 produtores rurais contra o que já se classificava de "monopólio dos frigoríficos". Posteriormente encontros similares foram promovidos em Goiás e no Mato Grosso. O próximo encontro nacional será em Presidente Prudente, no dia 10 de setembro, durante a exposição agropecuária da cidade paulista.

A entidade tem 16 associações filiadas e aguarda a filiação de outras 5 de todos os estados brasileiros, passando a representar os interesses da pecuária nacional hoje com 200 milhões de cabeças de bovinos de corte. Por ser uma entidade de representação nacional sua sede será em Brasília (DF), com representantes em todos os estados.

De acordo com a assessoria, contra como os objetivos estatutários da Fenapec promover a qualquer condição a defesa dos interesses dos produtores rurais da pecuária em geral; impedir por todos os meios legais as práticas de concentração, monopólios e cartéis que eventualmente sejam praticados pelas indústrias frigoríficas e congêneres; aplicar regras específicas entre fornecedor, indústria e varejo para o abate de bovinos, bubalinos, comercialização de carnes em geral, regras e critérios da pesagem de animais (peso vivo e peso morto); e também a criação de um Conselho da Carne com o objetivo de criar um equilíbrio da cadeia produtiva.

A diretoria executiva fica assim composta: Presidente - Francisco Maia; primeiro-vice-presidente, Luiz Antônio Nabhan Garcia; segundo-vice-presidente, Carlito Guimarães; secretário, Jonatan Pereira Barbosa; segundo secretário, Ricardo Iano. Posteriormente será eleito um conselho consultivo, cabendo a cada entidade filiada indicar 3 membros, todos pecuaristas.

Em seu discurso, Chico Maia disse que esta é a primeira vez que a pecuária brasileira tem uma representação capaz de congregar todas as entidades ruralistas do País e buscar soluções para os graves problemas que há tempos submetem a pecuária a sacrifícios e que este ano, por conta de toda uma conjuntura de mercado, acabaram arremessando o setor numa crise profunda e sem precedentes. "Estamos unidos para recuperar a pecuária e recolocá-la no seu lugar de destaque", arrematou Maia.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions