A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

10/04/2014 15:22

Conab prevê safra recorde de cana e produção de MS vai superar a do PR

Edivaldo Bitencourt

Apesar da pouca chuva e dos efeitos da geada do ano passado, a produção de cana-de-açúcar deverá crescer 17,4% e bater novo recorde na safra 2014/2015. Segundo a Conab (Companhia Nacional de Abastecimento), a produção sul-mato-grossense deverá alcançar 48,7 milhões de toneladas, superando o Paraná e assumindo o 4º lugar no ranking nacional.

A área plantada no Estado deve crescer 8,85%, de 654,5 mil para 712,3 mil hectares, conforme o primeiro levantamento da safra da cana divulgada pela Conab. A produtividade prevista pelo órgão terá aumento de 7,8%, de 63.401 para 68.370 quilos por hectare. A produtividade média nacional é superior, já que será de 73.569 kg/ha.

A produção total de Mato Grosso do Sul crescerá 17,4%, de 41,496 milhões para 48,706 milhões de toneladas. O montante supera os 44,3 milhões de toneladas previstos pela Biosul (Associação dos Produtores de Bionergia).

A Conab também diverge da entidade sobre quem ocupará o 4º lugar no ranking nacional. Conforme a companhia, a produção sul-mato-grossense deverá passar de 5º para o 4º lugar na próxima safra, superando a do Paraná, que crescerá 12,2%.

O maior produtor nacional segue São Paulo (367,2 milhões de toneladas). Na frente de MS, continuam Goiás (66,4 milhões de toneladas) e Minas Gerais (59,1 milhões de toneladas). O Paraná ficou em 4º na última safra, mas deverá perder a posição para MS neste ano. Os paranaenses vão produzir 47,4 milhões, enquanto os sul-mato-grossenses devem somar 48,7 milhões de toneladas.

O presidente da Biosul, Roberto Hollanda, até contou que perdeu uma caixa de cerveja no ano passado ao apostar que o Estado superaria o vizinho na produção de cana-de-açúcar.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions