A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 15 de Dezembro de 2018

18/11/2018 13:24

Feapan chega ao fim com lance de até R$ 30 mil para cavalo de raça

Dirigente comemorou a movimentação econômica do evento, realizado desde quarta-feira em Corumbá

Gabriel Neris
Leilão de cavalos de raça foi realizado na noite de sábado (Foto: Divulgação)Leilão de cavalos de raça foi realizado na noite de sábado (Foto: Divulgação)

A Feapan (Feira Agropecuária do Pantanal) termina neste domingo (18) em Corumbá, a 419 km de Campo Grande. O evento contou no sábado com leilão lote de cavalos pantaneiros, com lances que chegaram aos R$ 30 mil.

O leilão de equinos foi realizado fora do Parque de Exposição Belmiro Maciel de Barros. Os empresários prepararam a festa no ginásio de esportes do Corumbaense.

De acordo com o presidente do Sindicato Rural de Corumbá e subsecretário de Desenvolvimento Econômico e Sustentável da prefeitura, Luciano Leite, o evento foi considerado um sucesso. “Alcançamos uma média (R$ 14,6 mil) ótima, num período ruim de comercialização devido a crise econômica, o que demonstra a força do cavalo pantaneiro no mercado”, disse Luciano.

O dirigente ruralista diz que a movimentação financeira dos leilões de touros e cavalos pantaneiros se deve também a aproximação e integração com pecuaristas da Bolívia. Empresários do país vizinho compareceram a Feapan para compra de animais.

No leilão de 200 touros na sexta-feira, a presença de um grupo de produtores bolivianos aqueceu a comercialização dos animais. Alguns foram vendidos acima da média, atingindo os R$ 9 mil. “Foi o grande diferencial”, destaca.

No leilão de 38 cavalos pantaneiros, a maioria de criadores de Corumbá, o destaque foi para a compra de novos investidores. O cavalo mais disputado foi o Feitiço da Jotaca, vendido a R$ 30 mil, em 30 parcelas de R$ 1 mil. Outro destaque foi a égua Favorita Jotaca, de R$ 27 mil.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions