A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

03/06/2014 15:16

Nem desconto de 80% faz assentados quitarem dívida com o Pronaf

Marta Ferreira
Nem desconto de 80% faz assentados quitarem dívida com o Pronaf

O desconto oferecido é de 80%, ou seja, a cada cem reais, pagar apenas 20. Mas até agora, apenas 628 assentados da reforma agrária procuraram, até o momento, o Incra (Instituto Nacional da Reforma Agrária em Mato Grosso do Sul) para aderir ao acordo que prevê o desconto do valor da dívida com o Pronaf (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar). Isso representa apenas 7,7 do total de famílias assentadas em débito com o programa, que somam 8,2 mil no Estado.

Elas têm até o dia 30 de junho para assinar o acordo e até o dia 31 de dezembro para quitar suas dívidas com o desconto de 80%.

Para os técnicos do Incra, a pouca procura pode ser atribuída ao desconhecimento do processo de quitação da dívida. Os técnicos afirmam que o assentado devem procurar o Incra para aderir ao acordo até o dia 30 deste mês, e que a quitação da dívida pode correr até o dia 31 de dezembro. Caso ele deixe para depois do dia 30, perderá a chance de saldar a dívida com os 80% de desconto. “Uma coisa é a negociação da dívida, outra o é o pagamento. São duas situações diferentes”, ressaltou um dos técnicos.

As informações para a renegociação podem ser encontradas na Sala da Cidadania, nas unidades do Incra e no portal de autoatendimento que pode ser acessado diretamente na rede mundial de computadores, o www.incra.gov.br.

O superintendente do Incra no Estado, Celso Cestari Pinheiro, afirma que, quitando suas dívidas, o assentado pode voltar aos bancos oficiais onde os juros são subsidiados, com isto incrementar sua produção que é o que interessa para a reforma agrária



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions