A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

05/02/2009 07:57

Produção de soja e milho de MS cai em 685 mil toneladas

Redação

Conseqüência principalmente da estiagem, que levou nove municípios a decretarem situação de emergência, Mato Grosso do Sul produzirá nesta safra de verão 685 mil toneladas a menos de soja e milho que em 2008, segundo o levantamento da Conab (Companhia Nacional de Abastecimento), divulgado nesta quinta-feira.

A quebra na produção de milho é a maior: de 17%. Neste caso está relacionada a uma redução de produtividade de 8,5% e de 10% na área plantada. A produção de milho esperada é de 514,8 mil toneladas, o que corresponde a 111,6 mil a menos que na safra de verão do ano passado.

No caso da soja, a redução de área é pequena, de apenas 1,8%. A estiagem foi a grande responsável pela queda de 573,7 mil toneladas na produção da oleaginosa. A produtividade teve queda de 11%, de 2.639 quilos por hectare em 2008 caiu neste ano a 2.350 quilos por hectare.

A produção de soja prevista para esta safra é de 3, 99 milhões de toneladas, ao passo que no ano passado foi de 4,56 milhões. O grão é o carro-chefe das exportações de Mato Grosso do Sul.

Segundo técnicos da Conab, a estiagem atípica para o verão acometeu lavouras de Mato Grosso do Sul, na região Centro-Oeste e estados do Sul do País, como Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Paraná.

Em Mato Grosso do Sul nove municípios decretaram situação de emergência, diante da grande perda. Foram eles Dourados, Caarapó, Rio Brilhante, Itaporã, Bataiporã, Maracaju, Doradina, Sidrolândia e Laguna Carapã. Só em Dourados são calculados prejuízos de R$ 87 milhões.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions