A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 24 de Setembro de 2018

30/01/2018 15:06

Produtores rurais de MS contarão com R$ 2 bilhões para financiar a safra

Valor corresponde ao custeio antecipado e ao FCO, conforme o Banco do Brasil

Osvaldo Júnior
Soja está entre as culturas para as quais podem ser usados os recursos (Foto: Marcos Ermínio)Soja está entre as culturas para as quais podem ser usados os recursos (Foto: Marcos Ermínio)

Os produtores rurais de Mato Grosso do Sul contarão com R$ 2 bilhões para financiamento da safra. O valor corresponde ao custeio antecipado e ao FCO (Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste) Rural. O lançamento do custeio da nova safra foi feito nesta terça-feira (dia 30) pelo presidente do Banco do Brasil, Paulo Cafarelli, durante evento na zona rural do município de Rio Verde, no interior de Goiás.

De acordo com Cafarelli, serão liberados R$ 12,5 bilhões a produtores de todo o País para o custeio antecipado. O valor relativo a Mato Grosso do Sul é de R$ 900 milhões. O dinheiro do financiamento deve ser usado na compra de insumos e serviços agropecuários para as lavouras de milho, soja, arroz, algodão e café.

No evento, o presidente do Banco do Brasil afirmou que o laçamento do custeio antecipado visa evitar que “o produtor fique refém do fornecedor, além de contribuir para a sustentabilidade do agronegócio e da melhora do Produto Interno Bruto do País”.

De acordo com o Banco do Brasil, cada produtor pode financiar até R$ 3 milhões. As taxas de juros variam de 7,5% a 8,5% ao ano. A primeira taxa é destinada a agricultores que integram o Pronamp (Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural) e a segunda para os demais produtores.

O lançamento do custeio antecipado contou com a participação do presidente Michel Temer e dos ministros da Fazenda, Henrique Meirelles, da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, da Integração, Hélder Barbalho, e das Cidades, Alexandre Baldy, o governador de Goiás, Marconi Perillo, entre outras autoridades.

FCO – Além do recurso referente ao custeio antecipado, os produtores também podem buscar financiamento do FCO. Há previsto no orçamento para este ano o montante de R$ 1,116 bilhão, metade do total do Fundo ao Estado, de R$ 2,233 bilhões.

Entre custeio antecipado e FCO, será disponibilizada a soma de 2,016 bilhões aos produtores rurais de Mato Grosso do Sul. 

(Matéria editada no dia 1º de fevereiro para corrigir informações passadas pelo Banco do Brasil)
 


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions