A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 24 de Setembro de 2018

25/11/2017 07:30

Acadêmico de Medicina atropela jovem de 21 anos e é preso por embriaguez

Motorista explicou à polícia que voltava da festa de comemoração a conclusão do curso

Geisy Garnes
Atropelamento ocorreu na Avenida Ceará, na esquina com Euclides da Cunha. (Foto: Marcos Ermínio)Atropelamento ocorreu na Avenida Ceará, na esquina com Euclides da Cunha. (Foto: Marcos Ermínio)

Acadêmico de Medicina foi preso na manhã deste sábado (25) por dirigir bêbado e atropelar um jovem de 21 anos na Rua Ceará, no cruzamento com a Euclides da Cunha, em Campo Grande. A vítima, identificada como Lucas Henrique Souza Matheus, foi socorrida para a Santa Casa em estado grave.

O atropelamento aconteceu em frente a uma conveniência 24 horas. De acordo com o delegado Camilo Kettenhuber Cavalheiro, da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro, Lucas e um grupo de jovens saíam do estabelecimento e atravessavam a via na faixa de pedestres quando o rapaz foi atingido

“Os outros jovens perceberam a aproximação do carro, mas a vítima não”, relatou o delegado. Lucas foi atingido com violência pelo carro conduzido pelo acadêmico de Medicina, que seguia em direção a Avenida Afonso Pena e chegou a ser arremessado a alguns metros. 

Ainda segundo o delegado, os socorristas precisaram reanimar o jovem antes de levá-lo à Santa Casa. O motorista permaneceu no local, foi submetido ao teste do bafômetro que constatou mais de 0,80 miligramas de álcool por litro de ar expelido pelos pulmões. Testemunhas também garantiram que o estudante, identificado como Rodrigo Santos Augusto, estava em alta velocidade. 

Preso em flagrante por embriaguez, o acadêmico disse à polícia que está se formando e voltava da sua festa de conclusão do curso. Ao delegado, o rapaz de 25 anos justificou que mora perto do local do evento, por isso achou que não teria problema ir para casa dirigindo. 

“Analisamos imagens de câmeras de segurança e vimos que o semáforo estava verde para ele. O que faltou foi atenção”, explicou Cavalheiro. Ainda conforme o delegado, outro fator que chamou atenção foi o excesso de velocidade constante na via, mesmo com as equipes no local os motoristas passavam a mais de 80 km/h em um local onde a máxima permitida é 50km/h.

Motorista foi preso por dirigir embriagado (Foto: Divulgação)Motorista foi preso por dirigir embriagado (Foto: Divulgação)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions