A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 22 de Setembro de 2018

26/08/2018 09:17

Três ficam feridos em acidente com 5 carros causado por motorista bêbado

Acidente aconteceu por volta das 21h30 de ontem (25), na Avenida Afonso Pena, no Bairro Chacará Cachoeira

Viviane Oliveira
Hoje de manhã ainda era possível encontrar vestígios do acidente (Foto: Paulo Francis) Hoje de manhã ainda era possível encontrar vestígios do acidente (Foto: Paulo Francis)

O motorista Rubens Murillo Gelpa Rossi, 53 anos, foi preso por embriaguez ao volante após causar acidente com cinco carros. O caso aconteceu por volta das 21h30 de ontem (25), na Avenida Afonso Pena, no Bairro Chácara Cachoeira, em Campo Grande. Três pessoas de um dos carros, sendo dois deles com idades de 42 e 65 anos, ficaram feridas.

Conforme boletim de ocorrência, o acidente envolveu os veículos Ford Fiesta, Chevrolet Tracker, Fiat Siena, VW Voyage, Jeep Gcherokke. Rubens seguia com o Jeep pela Avenida Afonso Pena, quando próximo ao cruzamento com a rua Ivan Fernandez Pereira bateu em um dos carros parado no semáforo. Situação que causou efeito dominó. Um foi batendo no outro. 

A polícia foi acionada e durante atendimento percebeu que Rubens apresentava sinais de embriaguez com fala mole e olhos avermelhados. Ele confirmou que havia consumido bebida alcoólica, mas não quis ser submetido ao teste de alcoolemia. Os policiais, então, fizeram um termo de constatação de embriaguez. Rubens foi preso em flagrante e levado à delegacia.

No carro dele, foi encontrada uma garrafa de uísque com líquido pela metade. Os cinco veículos ficaram danificados. O motorista do Voyage foi socorrido com lesão grave para o Prontomed. O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro.

Dirigir sob influência de álcool é infração gravíssima, segundo o CTB (Código de Trânsito Brasileiro). Além de pagar multa no valor de R$ 2,9 mil, o condutor perde o direito de dirigir por 12 meses. Em caso de reincidência, o valor dobra para R$ 5.8 mil. Além da esfera administrativa, o flagrante pode resultar em prisão se a medição do etilômetro indicar mais de 0,34 miligramas de álcool por litro de sangue.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions