ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SEXTA  23    CAMPO GRANDE 24º

Lugares por Onde Ando

Brasileiros estão optando por viajar em novembro e dezembro

Por Paulo Nonato de Souza/Agência Brasil | 22/09/2020 07:26
Praia do Forte, a 80 km ao norte de Salvador, uma boa opção de praia na Bahia, e um dos destinos cobiçados pelos viajantes de novembro e dezembro (Foto: Divulgação)
Praia do Forte, a 80 km ao norte de Salvador, uma boa opção de praia na Bahia, e um dos destinos cobiçados pelos viajantes de novembro e dezembro (Foto: Divulgação)

Já sabe para onde irá no fim do ano? A maior crise sanitária das últimas décadas vai para quase sete meses, e o sentimento do momento no Brasil é de otimismo sobre a retomada das atividades no nosso dia a dia, mas sem deixar de lado a precaução e a preocupação com o coronavírus. Isso também se reflete nos planos de viagens, ou seja, podemos voltar a planejar a viagem dos sonhos, mas não precisa ser para já.

É o que indica um levantamento divulgado pela Associação Brasileira das Operadoras de Turismo. De acordo com o balanço da Braztoa, em agosto as operadoras de turismo (empresas responsáveis pelos pacotes e roteiros de viagens comercializados pelas agências de turismo espalhadas por todo o país), apresentaram movimento maior de venda para os meses de novembro e dezembro de 2020.

O destino líder de preferência foi o Nordeste, com embarques comercializados por 83% das operadoras, seguido do Sudeste (80%), Europa (75%), Sul (74%), Centro-Oeste (70%), Norte (62%), América Central/Caribe (62%), América do Sul (55%), América do Norte (48%), Ásia (48%), Oceania (48%) e África (24%).

Salvador e Porto de Galinhas foram os destinos mais procurados no Nordeste pelos brasileiros que optaram por viajar nos dois últimos meses deste ano. No exterior, os embarques mais vendidos foram para Portugal, Itália, Cancún, Punta Cana, Orlando, Miami, Maldivas, Argentina e Peru.

As vendas de pacotes de turismo para o mês de agosto chegaram a 29% com 44% para setembro e 46% para outubro. A pesquisa mostra ainda que 67% das operadoras já venderam pacotes para o primeiro semestre de 2021.

De acordo com a Braztoa, o setor passa por uma retomada gradual e lenta, depois de ter sido duramente impactado desde março pela pandemia de covid-19. Em abril, 54% das operadoras não realizaram nenhuma venda, enquanto em agosto o percentual foi de 21%.

Como consequência, o faturamento das empresas de turismo segue bem abaixo do que foi em 2019. Para 40% das empresas, o faturamento em agosto teve uma perda de 90% em comparação com agosto do ano passado. Apesar disso, 87,5% das operadoras de turismo consideram que agosto foi melhor ou igual a julho.

A tendência de melhora da situação do contágio do coronavírus refletindo nos viajantes brasileiros é percebida na redução do cancelamento de viagens. Em julho, 73% das operadoras tiveram vendas canceladas, enquanto em agosto o percentual caiu para 30%.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário