ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SEXTA  23    CAMPO GRANDE 24º

Lugares por Onde Ando

Qual o nível de satisfação com a internet nos destinos turísticos?

Por Paulo Nonato de Souza | 08/10/2020 07:39
O Ministério do Turismo vai mapear a qualidade do sinal de internet em seis destinos turísticos de Mato Grosso do Sul (Foto: Reprodução)
O Ministério do Turismo vai mapear a qualidade do sinal de internet em seis destinos turísticos de Mato Grosso do Sul (Foto: Reprodução)

A disponibilidade de internet pública gratuita em atrativos nos municípios da rota turística Pantanal Sul e Bonito, que inclui Campo Grande, Bonito, Bodoquena, Jardim, Aquidauana, Corumbá e Miranda, será mapeada pelo Ministério do Turismo para futuros investimentos na qualidade do sinal de wi-fi, alvo recorrente de reclamação dos turistas brasileiros e estrangeiros.

Em todo o país, o mapeamento envolverá 158 cidades de 30 rotas estratégicas que foram contempladas pelo Programa Investe Turismo, voltado à estruturação e à promoção dos roteiros. De acordo com o Ministério do Turismo, o objetivo será auxiliar a transformação digital dos municípios que integram os roteiros.

De acordo com nota do Ministério do Turismo, divulgada nesta terça-feira, 6,  nos próximos dias os gestores dos municípios envolvidos receberão um questionário eletrônico, que permitirá a coleta de informações sobre o nível de desenvolvimento tecnológico local. Os dados vão ajudar a nortear futuras ações e investimentos do governo federal para proporcionar avanços na digitalização de localidades que ainda não oferecem livre acesso à rede.

“É um passo importante no posicionamento do Brasil na retomada do turismo e um diferencial na escolha de destinos por visitantes. A participação dos gestores é fundamental para permitir que o turismo brasileiro alcance todo o seu potencial e contribua para a superação da crise gerada pela pandemia”, disse o ministro Marcelo Álvaro Antônio.

O Programa Investe Turismo foi lançado em maio de 2019 com o objetivo de acelerar o desenvolvimento, aumentar a qualidade, gerar empregos e incrementar a competitividade nas chamadas rotas turísticas estratégicas. Dezoito municípios em quatro rotas turísticas do Centro-Oeste foram contemplados, incluindo os seis sul-mato-grossenses da rota Pantanal Sul e Bonito.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário