A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

08/11/2016 15:35

Irmãos suspeitos de matar dois e ferir outras 3 pessoas se entregam à polícia

Luana Rodrigues e Adriano Fernandes
5º DP da Capital, onde irmãos se apresentaram. (Foto: Adriano Fernandes)5º DP da Capital, onde irmãos se apresentaram. (Foto: Adriano Fernandes)
Edgar Gomes, advogado de um dos irmãos em frente a delegacia. (Foto: Adriano Fernandes)Edgar Gomes, advogado de um dos irmãos em frente a delegacia. (Foto: Adriano Fernandes)

Se apresentaram na tarde desta terça-feira (8), na 5ª Delegacia de Polícia Civil de Campo Grande, dois irmãos suspeitos de terem atirado contra um grupo de pessoas na noite do último domingo (6). O atentado ocorreu na Rua Corá, no Bairro Guanandi, e deixou dois mortos e três feridos.

Veja Mais
Advogado recua e polícia pede prisão de irmãos envolvidos em atentado
Polícia diz que trio de irmãos praticou atentado e um deles quer se entregar

Os rapazes entraram pelos fundos da delegacia, acompanhados dos advogados Edgar Gomes e Wilson Godoy, e por isso não foram fotografados.

Os advogados não quiseram confirmar a identidade dos suspeitos. Mo boletim de ocorrência do crime, constam como autores os irmãos Jean Carlos Rocha Martins, 21 anos, e Jhonata Rocha Martins, 19 anos.

"Vamos preservar a imagem deles, por enquanto, até mesmo porque não há nenhum tipo de condenação fixada", comentou um dos defensores.

Os dois irão prestar depoimento ao delegado João Reis Belo, responsável por investigar o caso. Há informações de que o atentado tenha sido motivado por conta de uma mulher, mas a polícia ainda não confirma o fato. Também não há confirmação se os dois irão continuar presos.

Atentado - O tiroteio aconteceu na Rua Corá, logo atrás de um quartel do Corpo de Bombeiros. O crime assustou moradores da região, e há relatos de que foram disparados até 20 tiros. Entre as vítimas, está o adolescente Alex Duarte Ferreira, de 17 anos, que foi baleado na cabeça e morreu enquanto era transportado pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência).

Já Mikael Vinícius Godoy Rolon, 22 anos, foi socorrido por outras pessoas e levado para o HR (Hospital Regional) Rosa Pedrossian em um veículo particular, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade de saúde.

Os disparos atingiram também um adolescente de 16 e um homem de 22 anos, que continuam internados. Um garoto de 13 anos foi atingido em um beco com uma coronhada durante a fuga do trio. Os dois mortos e um dos feridos possuem diversas passagens pela polícia, por crimes como tráfico de drogas, roubo e receptação.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions