A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 24 de Setembro de 2016

14/07/2016 06:53

Ações trabalhistas crescem 72% e já somam 22,8 mil casos em MS

Anny Malagolini
Foram 22.622 ações concluídas contra 18.619 no mesmo período de 2015, o que representa um aumento de 21%. (Foto: Marina Pacheco)Foram 22.622 ações concluídas contra 18.619 no mesmo período de 2015, o que representa um aumento de 21%. (Foto: Marina Pacheco)

O número de ações trabalhistas em Mato Grosso do Sul, no primeiro semestre deste ano, chegou a 22,8 mil. Reflexo da crise e das demissões em massa, são em média 127 processos trabalhistas por dia, que representa um aumento de 6,8% em processos recebidos pelo judiciário. No mesmo período de 2015, conforme levantamento da Justiça do Trabalho de Mato Grosso do Sul, foram recebidos 21.395 processos.

Veja Mais
Protesto contra demissões fecha agência do Bradesco na Capital
Contra demissões, bancários retardam abertura de agência do Bradesco

Em relação ao número de processos julgados pelo TRT/MS (Tribunal Regional do Trabalho de Mato Grosso do Sul), também houve aumento de casos solucionados em 2016. Foram 22.622 ações concluídas contra 18.619 no mesmo período de 2015, o que representa um aumento de 21%.

No interior do Estado, a busca pelos direitos trabalhistas após as demissões também aumentou, e o município de Naviraí apresentou o crescimento de 72% em apenas seis meses. Acompanham o alto número de ações as cidades de Amambai, 53%, e Paranaíba, com 40% de processos a mais.

A elevação de ações trabalhistas nessas cidades estaria ligada ao fechamento de indústrias e fábricas no interior do Estado. O TRT ainda informou o fechamento de 9 empresas: Frigoríficos, usinas e confecções e a recuperação judicial de mais uma usina eu atraso salarial por parte de uma empreiteira em Amambai.

Quem também percebeu o aumento das ações foi o advogado Vinícius Rosi, 27 anos, que confirmou que as ações trabalhistas no escritório em que trabalha quase dobraram em comparação ao ano anterior. “Geralmente envolve a saída do emprego e os direitos que não foram pagos corretamente, cono horas extras, férias, adicional de insalubridade, entre outros”, explicou.

Durante todo o ano de 2015, o TRT/MS recebeu 44.798 processos trabalhistas (1º e 2º graus) e julgou 37.905, o que corresponde a um aumento de 5% e 1%, respectivamente, em relação a 2014.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions