A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

09/03/2012 14:00

Prefeitura informa que Expogrande só foi liberada para feira agropecuária

Aline dos Santos

A licença ambiental para a feira, sem os shows, foi concedida no mês passado

Segundo Chico Maia, não há tempo hábil para realizar a feira, cujo cancelamento deve ser anunciado na 2ª feira. (Foto João Garrigó)Segundo Chico Maia, não há tempo hábil para realizar a feira, cujo cancelamento deve ser anunciado na 2ª feira. (Foto João Garrigó)

A prefeitura de Campo Grande informou nesta sexta-feira que a Expogrande tem licença ambiental somente para a parte agropecuária. Conforme a Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano), está autorizado o funcionamento dos restaurantes e das barracas que, tradicionalmente, são montadas no local durante o evento, como a “Barraca da Veterinária” e do restaurante de Maracaju.

A licença ambiental para a feira, sem os shows, foi concedida no mês passado. Foram aprovadas as medidas propostas pela Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul) referentes à coleta de esgotos e resíduos sólidos.

A Acrissul atuava em duas frentes para tentar liberar os shows: na Justiça e tentativa de obter licença ambiental da prefeitura. Ontem, o TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) disse não ao pedido para permitir a realização de shows.

Desta forma, a 74ª edição da Expogrande, prevista para ser realizada de 12 a 22 de abril, deve ser cancelada. O anúncio oficial será feito na segunda-feira.

De acordo com o presidente da Acrissul, Francisco Maia, a decisão atende à solicitação da Associação das Raças, que alega não ter tempo hábil para realizar os julgamentos e leilões de animais. A feira só não foi realizada em 1943, durante a Segunda Guerra Mundial.

No ano passado, a Acrissul e o MPE (Ministério Público Estadual) firmaram TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) permitindo a realização de shows. No mês passado, a associação obteve liminar na Vara de Direitos Difusos, Coletivos e Individuais Homogêneos, que prorrogou o acordo para 2012. Contudo, a liminar foi derrubada no TJ/MS.




Em nome da população do entorno do parque, gostaria de agradecer ao TJMS pela decisão, que se fez valer a justiça,o certo e não o interesse de uma classe que só busca o dinheiro, mesmo que pra isso tenha que tirar o socego de outros passando por cima das leis, Expogrande sim, baderna não, são mais 11 dias de tranquilidade conquistados no ano, talvez menos homissídios-acidentes-depredação-evasão $.
 
José Jardim em 10/03/2012 09:01:26
Chega de lástimas, não é o prefeito que dita regras e sim o bem estar da população, o parque de CG está no meio da cidade, cidades onde há feiras com shows, o PQ situa-se fora da cidade, e tem mais, esses shows levam todo o dinheiro pra fora do estado, o beneficio é mínimo, agora a diretoria da Acrissul vai ter que se adequar para trazer de volta esta tradição, reelegeram o MAIA, agora aguenta....
 
José Jardim em 10/03/2012 08:49:29
Acho de grande valia essa postura da Prefeitura e do Judiciário em barrar um evento desse porte em razão da falta de estrutura adequada. Foi dada a "chance" ano passado e eles acharam que esse ano ia ser da mesma forma e nada fizeram pra melhorar! Ninguém "proibiu shows" o que foi proibido, foi de prosseguir com um grande evento sem adequar oq precisa! Se tivessem cumprido, não teria problema!
 
Natália Almeida em 10/03/2012 07:48:49
Para fazer justiça uma correção deve ser feita: Quem tem tradição na Expogrande NÃO é o Restaurante de Maracaju, e SIM, a Churracaria de Maracaju que lá funcionou em sede própria durante 16 (dezesseis) anos e, com toda certeza, continua presente na memória da vasta e celeta clientela que conquistou. Dito isto, é realmente triste a notícia do cancelamento de tão importante e tradicional evento.
 
oscar mendes em 09/03/2012 09:08:11
estou mto triste por conta dessa noiticia, eu espero tds os anos por esse evento e agora não vai ter. o senhor prefeito Nelsinho Trad soh sabe nos combrar impostos ee agora quer nos tirar esse direito. de se divertiir com amigos, familia, entre outros. estou mto mais mtos indiguinada msm. e arrazada tbm. acabou expogrande. Adeus. (ate o interior tem expo.. menos a capital qe coisa mais ridicula)
 
Thaís Nascimento em 09/03/2012 08:45:18
Liberando pros bois e acabando o shows fica claro e confirmada a tese do condominio.condominio...condominio...condominio.So falta o seu jorge.hahahaha
 
marta alencar em 09/03/2012 05:24:51
Concordo,se não tiver show ,não tem Expogrande !infelizmente .. :(
 
Mayara Silva em 09/03/2012 04:45:10
Expogrande sem SHOW... já nao tinha novidade, todos os anos a mesma coisa, tudo caro e o melhor nao vai ter... ihhhhhh
 
cristiane meira em 09/03/2012 04:00:46
Campo Grande já perdeu o Motoroad e agora perde a Expogrande, uma tradicional festa. Será que agora proibirão as festas juninas? Se o fizerem, a velha e querida Campo Grande, que tanta admiração causava nos forasteiros (como eu), será apenas coisa do passado. Que pena!
 
Gustavo Ribeiro em 09/03/2012 03:15:54
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.