A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 25 de Junho de 2018

15/02/2018 14:50

Devolver para Portugal?

Por Valdemir Pires (*)

A humorada solução proposta para o Brasil que ouvi, dia desses, fundamentada, provavelmente, na lógica captada por Nelson Rodrigues (o “complexo de vira-latas”) chega a atrair adeptos: Devolver para Portugal e pedir desculpas pelos danos.

Pensei, de imediato: Bem, nesse caso, os lusitanos teriam que devolver para os indígenas; e ajoelhar por perdão pelas atrocidades acumuladas.

Anedotas à parte, e complexo de vira-latas também, o fato é que passou há muito da hora de responder à pergunta que não cala: o que quer ser e o que pode vir ser o Brasil?

Enquanto as respostas não são encontradas – até porque, afinal, parece que ninguém, por aqui, está formulando as perguntas – o país vai trilhando o caminho do quase nada a coisa nenhuma, sem bússola nem habilidade para utilizar uma.

O que representa o Brasil, hoje, na economia global e na comunidade internacional? Que Nação é o Brasil para o seu próprio povo?

Mirado de dentro para fora ou de fora para dentro, um oco, uma sombra, uma dúvida, um desalento. A isso foi reduzida a Terra de Santa Cruz.

Por quem? Em benefício de quem? Com que artifícios e artimanhas?

Que sonhos, projetos (para não abusar, falando de utopias) pode o Brasil acalentar e urdir, no horizonte de uma, duas, três gerações (sem cair em patriotismos vis ou patriotadas doidas)?

Quem, por aqui, atualmente, está preocupado em ir além do “economize e pague a conta” que impõe a Quaresma sem passar pelo Carnaval? Quem, vendo isso acontecer, está se movendo para afastar para longe este cálice?

Cadê Momo? Terá seguido o destino de Dom Sebastião?

(*) Valdemir Pires é professor da Faculdade de Ciências e Letras da Unesp de Araraquara

A corda arrebenta para todos
Ao pensar na África, geralmente formamos imagens com exuberância de recursos naturais. Falta de água nos remeteria aos desertos daquele continente, e...
Os três pilares do aprendizado
A educação brasileira passa por um profundo processo de transformação com a implantação da nova Base Nacional Comum Curricular. Precisamos estar pron...
O país onde tudo é obrigatório
Nos Estados Unidos, na França e na Inglaterra, as regras ou são obedecidas ou não existem, por que nessas sociedades a lei não é feita para explorar ...
Universidade pública e fundos de investimento
  A universidade pública não é gratuita, mas mantida pelos recursos dos cidadãos. E por que a Constituição brasileira escolheu determinar esse tipo d...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions