A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Outubro de 2019

12/02/2018 13:25

Carne Vale

Por Regis Machado (*)

Carne Vale é uma expressão latina que significa “adeus à carne”, em referência ao período da Quaresma que se aproxima, liturgicamente marcado pelo jejum e por outras penitências e sacrifícios. Consequentemente, meio que para tentar compensar a carência vindoura, não é de se estranhar que, durante essas festividades, as pessoas tenham acabado se acostumando a abusar da carne, dos doces, do álcool, dos desejos sexuais e de quaisquer outras coisas que possam vir a ser objeto das suas futuras abstenções.

Certas autoridades e políticos, no entanto, e apesar de não se absterem de fazê-lo ao longo do restante do ano, aproveitam esse período para abusar ainda mais da paciência e da passividade do povo brasileiro. A última veio do Diretor-Geral da Polícia Federal, que novamente se manifestou descabida e publicamente para defender o presidente na única investigação ainda pendente contra ele no Supremo Tribunal Federal (STF). Em entrevista à agência Reuters, Fernando Segóvia afirmou não haver indícios de que o decreto dos Portos, sancionado por Temer em maio de 2017,
tenha beneficiado a empresa Rodrimar, aventando, ainda, a possibilidade de punição do delegado encarregado do inquérito [1].

A festa, também, é marcada pela inversão geral das regras e das convenções do cotidiano. Aspessoas se fantasiam, rico se mistura com pobre, homem se veste de mulher. Por que não aproveitar, então, para desautorizar outros magistrados e mandar soltar presidiários? Essa foi a contribuição de Gilmar Mendes, “muso” multi-homenageado nessa época, ao conceder a liberdade ao ex-secretário de Saúde de Sérgio Cabral, Sérgio Côrtes, preso na Operação Fatura Exposta, desdobramento da Lava Jato no Rio. Afinal, como disse o próprio beneficiado, as “putarias têm que continuar” [2].

Se bem que, nesse quesito, como na Bahia, o Carnaval de Gilmar é o ano inteiro. Ele já havia concedido habeas corpus aos empresários Miguel Iskin e Gustavo Estellita, presos naquela mesma operação. Livrou, também, o ex-governador Anthony Garotinho, o ex-médico estuprador Roger Abdelmassih (que depois fugiu para o Líbano), o ex-banqueiro Daniel Dantas, entre outros casos ilustres. O empresário carioca Jacob Barata Filho, mais conhecido como “Rei do ônibus”, deve ter mais prestígio que o Rei Momo. Foi solto pelo Ministro três vezes seguidas [3].

Para todos esses abusos, só há um remédio possível. Passada a ressaca da folia, a população precisa limpar o glitter, despir sua fantasia de palhaço e encarar a realidade, o quanto antes. Para conseguir mudanças positivas no país, as pessoas terão que atuar juntas, conscientizando-se umas às outras e mobilizando-se para formar um bloco cada vez maior, mais organizado e mais coeso para lutarem por aquilo que querem. Sem pressão, nenhuma das pautas que efetivamente interessam ao Brasil, a exemplo de uma ampla reforma política, incluindo o fim do foro
privilegiado, vai avançar no Congresso. Daí, então, o cavaco não será o único a chorar...


(*)Regis Machado é auditor do Tribunal de Contas da União (TCU)


[1] https://veja.abril.com.br/blog/noblat/com-segovia- na-policia- federal-temer- nao-precisa- de-
advogado

[2] https://g1.globo.com/politica/noticia/gilmar-mendes- manda-soltar- sergio-cortes- ex-secretario-
de-saude- cabral.ghtml

[3] https://istoe.com.br/gilmar-mendes- concede-habeas- corpus-e- manda-soltar- anthony-
garotinho, https://pragmatismo.jusbrasil.com.br/noticias/134964236/o-maior- estupro-foi- feito-
por-gilmar- mendes-diz- vitima-de- adbelmassih, http://noticias.uol.com.br/ultimas-
noticias/agencia-estado/2017/12/01/pela- terceira-vez- gilmar-mendes- manda-soltar- empresario-
jacob-barata- filho.htm

ICMS e agrotóxicos: um exemplo de lucidez em meio ao caos
O amplo conjunto de ações impostas em 2019 por governantes brasileiros no sentido de fragilizar a proteção ao meio ambiente não tem paralelo na histó...
Compliance: benefícios práticos nas empresas
Um dos principais patrimônios de uma organização é, sem dúvidas, sua reputação, que pode ter impacto tanto positivo como negativo nos negócios. Indep...
Um olho no peixe, outro no gato
O agro brasileiro poderia ser bem mais assertivo em sua comunicação com os mercados, aqui e no exterior. Falar mais das coisas boas que faz, seguindo...
Como transformar a nossa relação com a natureza?
Falar em meio ambiente não é algo abstrato. Se traduz no ar puro que respiramos, na água que bebemos e na fauna e flora que nos cercam. Somos depende...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions