A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Outubro de 2019

25/12/2016 07:10

Feliz Natal!

Dom João Inácio Müller

Deus nasce, para você e por você. Nasce por causa do Seu amor infinito, amor concreto e real. Nasce porque ama você! É bonito e bom sabermos disso: você é importantíssimo para Deus. O melhor que o Pai tem, o Seu Filho Único, Ele o envia até você, até nós. Envia o Seu Filho de um jeito que possamos entender, como criança, gente como nós. É Jesus, filho de mãe Maria e de pai José.

É Natal, a festa do nascimento de Jesus Cristo, a manifestação da humildade do Pai. O que o Pai quer dizer às pessoas através do Natal, com o nascimento de Jesus que se faz pessoa? Ou: o que significa para mim e para você a Encarnação do Verbo? Deus quis viver conosco e para nós. Assim, percebemos que o Filho do Altíssimo deixou suas riquezas divinas para se vestir da pobreza humana. O Pai, por amor, enviou o Seu Filho bendito a nós, para nossa salvação.

São Francisco de Assis reza, diante do presépio: "Porque um Menino santíssimo e dileto nos foi dado e nasceu por nós no caminho e foi colocado na manjedoura, porque ele não tinha um lugar na hospedaria". O Natal é este movimento de descida, que a Palavra do Pai assumiu, deixando a sua glória divina para fazer-se pessoa pobre entre as pessoas. E para nascer para nós, Ele não tem exigências: é simples, pobre e humilde. É Deus!

O mesmo movimento que a Palavra assumiu em fazer-se pessoa, assume na Eucaristia. Cada Missa é Natal, pois o Filho do Pai nasce nas mãos do Sacerdote, sobre o Altar. Deus faz caminho em direção a nós. É o movimento do amor que impulsionou o Filho a deixar o seio do Pai para vir e viver pobremente entre nós. Deus é humilde: caminha sempre para baixo e ao encontro; Ele sai de Si e vai ao encontro para amar e Se dar. É o jeito de Deus! Deus é bonito. Nós também fomos feitos assim belos e capazes de sair de nós mesmos e ir ao encontro dos outros. E fomos criados para sermos pequenos e caminhar para baixo, como Jesus nos mostrou, desde a cama do presépio até a cama da cruz. Tudo por amor.

Natal é acolher Jesus e o Seu jeito de ser e viver. Ele é humilde e amável, e sempre vai ao encontro para Se dar. Doar-se pelo outro é atuar, fazer acontecer de novo a Encarnação, o Natal de Deus; é ser Natal para a outra pessoa.
Por amor do Pai, nós merecemos o seu Filho. Por nosso amor, a outra pessoa, o pobre, merece nossa doação, nosso empenho, nosso amor, nossa vida. Nós somos o NATAL da outra pessoa, de cada pessoa. Somos festa para o outro. Jesus é a Festa. Por isso, Natal é a festa das festas! Nossa vocação é ser festa para os outros. Feliz Natal!

*Dom João Inácio Müller é bispo da Diocese de Lorena (SP) e articulista da Revista Canção Nova.

ICMS e agrotóxicos: um exemplo de lucidez em meio ao caos
O amplo conjunto de ações impostas em 2019 por governantes brasileiros no sentido de fragilizar a proteção ao meio ambiente não tem paralelo na histó...
Compliance: benefícios práticos nas empresas
Um dos principais patrimônios de uma organização é, sem dúvidas, sua reputação, que pode ter impacto tanto positivo como negativo nos negócios. Indep...
Um olho no peixe, outro no gato
O agro brasileiro poderia ser bem mais assertivo em sua comunicação com os mercados, aqui e no exterior. Falar mais das coisas boas que faz, seguindo...
Como transformar a nossa relação com a natureza?
Falar em meio ambiente não é algo abstrato. Se traduz no ar puro que respiramos, na água que bebemos e na fauna e flora que nos cercam. Somos depende...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions