A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 25 de Junho de 2018

11/09/2013 09:21

Globo se desculpa por ter apoiado o golpe militar de 64

Por Luiz Flávio Gomes (*)

Voz do povo nas ruas: “A verdade é dura, a Globo apoiou a ditadura”. As Organizações Globo, se desculpando, dizem: “De fato, trata-se de uma verdade, e, também de fato, de uma verdade dura” (Globo 1/9/13, p. 15).

“O apoio foi um erro; o reconhecimento do erro é necessário; reafirmamos nosso apego aos valores democráticos; a lembrança do apoio é um incômodo, mas não há como refutá-lo; o jornal O Globo apoiou a ditadura, ao lado de outros grandes jornais como Estadão, Folha, Jornal do Brasil, Correio da Manhã; o medo (na época) era de outro golpe, de João Goulart [Bush também invadiu o Iraque sob a justificativa de armas químicas que nunca foram achadas]; a divisão ideológica do mundo na Guerra Fria, comunistas e capitalistas, se reproduzia; o golpe era visto pelo jornal como a única alternativa para manter no Brasil uma democracia [democracia militar?];

“A intervenção militar seria passageira [durou 21 anos]; prometeram eleições para 1966, que não aconteceram [só ocorreram em 1989]; houve novo golpe dentro do golpe, com o AI-5; mas a revolução ‘foi uma exigência inelutável do povo brasileiro’; Roberto Marinho dizia que houve revolução, não golpe [porque ele não concordaria com nenhum golpe – hipocrisia extremada]; ele sempre esteve ao lado da legalidade [atos institucionais]; abrigou jornalistas de esquerda no jornal; acompanhava alguns nos depoimentos porque sabia que muitos desapareciam; aprendemos com os erros cometidos e nos enriquecemos ao reconhecê-los; o jornal fez o certo naquele momento, visando ao bem do país [sempre é o bem do próximo!]; hoje se sabe que foi um erro”.

Toda autocrítica é positiva, sobretudo quando acompanhada da reafirmação do valor da democracia. Mas ela não pode ser pela metade.

As organizações Globo se desculparam pelo apoio à ditadura (ao embate sanguinário, aos desaparecimentos, às torturas, às crueldades, que geraram crueldades opostas), mas resta se posicionar sobre seus favorecimentos, seu enriquecimento injusto, porque fundado em monopólio camuflado durante certo período, “seus favores especiais” vindos do governo, seu dumping confessado ao CADE, seus impostos não pagos em ilhas de paraíso fiscal, seus anos de ouro (enquanto outros enfrentavam anos de chumbo), o não apoio às diretas-já, a manipulação do debate que deu vitória para Collor em 1989, seus benefícios junto ao BNDES, seus privilégios parasitários da Casa-Grande etc.

As citadas organizações ainda devem muitas desculpas para o Brasil. E é importante que elas assim procedam, porque a reconstrução honesta e ética do nosso país vai depender muito da sua potência e do seu importante apoio. Ela também pode fazer muita coisa honesta em benefício do Brasil não parasitário que sonhamos!

(*) Luiz Flávio Gomes, jurista e coeditor do portal atualidades do direito.com.br.

Estou no facebook.com/professorLFG

A corda arrebenta para todos
Ao pensar na África, geralmente formamos imagens com exuberância de recursos naturais. Falta de água nos remeteria aos desertos daquele continente, e...
Os três pilares do aprendizado
A educação brasileira passa por um profundo processo de transformação com a implantação da nova Base Nacional Comum Curricular. Precisamos estar pron...
O país onde tudo é obrigatório
Nos Estados Unidos, na França e na Inglaterra, as regras ou são obedecidas ou não existem, por que nessas sociedades a lei não é feita para explorar ...
Universidade pública e fundos de investimento
  A universidade pública não é gratuita, mas mantida pelos recursos dos cidadãos. E por que a Constituição brasileira escolheu determinar esse tipo d...


So se desculparam porque temem algo, talvez temam que o povo acorde se volte contra o império do pão e circo. E antes que venham com o argumento do lucro, de que as empreitadas da globo são apenas visando o lucro, já digo: mentira! Tem poder e manipulação nesse jogo, grana por grana eles ja tem. A Globo ja infectou a sociedade de tal forma que cria o que quer e enfia no povo.. suas programações estão sempre recheadas de imoralidade. Continuam ditando, e de um jeito camuflado, afinal, não tem nenhum ditador com um rosto pra levar a culpa.
 
Willian Gomes Justi em 11/09/2013 11:08:35
Ela tem que pedir desculpas por apoiar o governo guerrilheiro atual!!
 
Paulenir de Barros em 11/09/2013 10:19:23
Não é só a Globo, embora peça desculpa, mas principalmente o Silvio Santos que ganhou a concessão do Regime Militar e tinha um "noticiário", A Semana do Presidente, que bajulava os presidentes militares, acabou a ditadura, acabou o tal "noticiário",
 
Carlos Lamarca em 11/09/2013 10:11:10
o lema da Globo sempre foi: "há governo? Sou a favor"
 
antonio carlos em 11/09/2013 09:59:10
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions