A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 25 de Março de 2017

11/01/2012 14:39

Nosso direito ao lazer e os Ecopontos da cidade

Por Ivo Campos*

Praticar caminhadas em torno do Parque Ambiental do Córrego Rêgo D água está ficando muito difícil por parte dos moradores do Jardim Água Boa e bairros vizinhos. O fato é que as constantes queimadas de galhos e restos de entulhos, como restos de sofás e outros, são constantes naquela localidade. Sabemos que além de prejudicar o lazer, a fumaça trás muitos prejuízos à saúde da população, sobretudo às crianças e pessoas idosas.

Por falar em entulhos, cadê os Ecopontos que o Poder Público tanto se falou em construir na cidade de Dourados, mas que na prática não se tomou nenhuma providência. É claro que sem um trabalho de conscientização e espaços adequados para o depósito de galhos, resultantes das constantes podas de árvores, as pessoas vão continuar procurando o local mais cômodo para se livrarem dos entulhos.

Há muito tempo se noticia em diversos veículos da imprensa da cidade a construção dos chamados Ecopontos, em pelo menos cinco localidades da área urbana de Dourados. No entanto, essa novela da implantação dos mesmos se arrasta há anos. Esses espaços consistem em uma das soluções mais adequadas para solucionar problemas ambientais relacionados à destinação dos restos de podas de árvores e entulhos de construções, entre outros resíduos de difícil tratamento adequado por parte dos moradores.

Em maio de 2011 o jornal eletrônico Dourados Agora, informou que Instituto do Meio Ambiente (IMAM) havia aprovado projeto para a criação de cinco Ecopontos na cidade e restava portanto, a Secretaria de Serviços Urbanos de Dourados criar os locais para a destinação correta dos entulhos.

Alô Prefeitura... 2012 chegou! Vamos tomar providências!

(*) Ivo Campos é professor da Rede Municipal de Ensino de Dourados.

Glifosato: o veneno está em todo lugar
O primeiro teste em alimentos para resíduos de glifosato realizado por laboratório registrado na Administração de Alimentos e Medicamentos dos Estado...
Falácias da terceirização
A Câmara dos Deputados aprovou, na quarta-feira, o projeto de lei que autoriza a terceirização do trabalho de forma irrestrita. Com esta aprovação, a...
Operação Carne Fraca: importância da fiscalização
“Quanto menos as pessoas souberem como são feitas as leis e as salsichas melhor elas dormirão” (Otto Von Bismarck -1815-1898). Esta frase famosa de B...
O custo da violência no trânsito brasileiro
A imprudência no trânsito mata cerca de 45 mil pessoas por ano no Brasil e deixa aproximadamente 600 mil com sequelas permanentes, conforme aponta o ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions