A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 25 de Agosto de 2019

14/01/2019 10:26

O ponto de Deus

Por Heitor Freire (*)

As transformações em todos os campos de atividade humana estão sempre a nos surpreender com informações que concorrem para a evolução do homem. Nesse contexto, vemos agora o surgimento da inteligência espiritual.

Compartilharei aqui, praticamente na íntegra, um artigo e uma entrevista de 2011 do site Brasil 247, que inclui uma entrevista e da revista Exame e aborda o conceito do Quociente Espiritual, um termo até então novo para mim, e acredito também para muita gente.

“No início do século passado, usava-se o QI para identificar as pessoas com inteligência acima da média, essa era considerada a medida definitiva da inteligência humana. Só em meados da década de 90, a descoberta da inteligência emocional mostrou que não bastava o sujeito ser um gênio se não soubesse lidar com as emoções. A ciência começa o novo milênio com descobertas que apontam para um terceiro quociente, o da inteligência espiritual. Ela nos ajudará a lidar com questões essenciais e pode ser a chave para uma nova era no mundo dos negócios.

No livro QS Inteligência Espiritual, lançado em 2010, a física e filósofa americana Danah Zohar aborda um tema tão novo quanto polêmico: a existência de um terceiro tipo de inteligência que aumenta os horizontes das pessoas, torna-as mais criativas e se manifesta em sua necessidade de encontrar um significado para a vida.

Ela baseia seu trabalho sobre Quociente Espiritual (QS) em pesquisas só há pouco divulgadas de cientistas de várias partes do mundo que descobriram o que está sendo chamado ‘Ponto de Deus’ no cérebro, uma área que seria responsável pelas experiências espirituais das pessoas. O assunto é tão atual que foi abordado em recentes reportagens de capa pelas revistas americanas Newsweek e Fortune. Afirma Danah: ‘A inteligência espiritual coletiva é baixa na sociedade moderna. Vivemos em uma cultura espiritualmente estúpida, mas podemos agir para elevar nosso quociente espiritual’.

Danah hoje vive na Inglaterra com o marido, o psiquiatra Ian Marshall, co-autor do livro. Formada em física pela Universidade Harvard, com pós-graduação no Massachusetts Institute of Tecnology (MIT), ela atualmente leciona na universidade inglesa de Oxford. É autora de outros oito livros, entre eles, O Ser Quântico e A Sociedade Quântica, já traduzidos para o português.

QS Inteligência Espiritual já foi editado em 27 idiomas, incluindo o português (no Brasil, pela Record). Danah tem sido procurada por grandes companhias interessadas em desenvolver o quociente espiritual de seus funcionários e dar mais sentido ao seu trabalho. Em 2011, ela foi entrevistada pela revista Exame em Porto Alegre durante o 300 Congresso Mundial de Treinamento e Desenvolvimento da International Federation of Training and Development Organization (IFTDO), organização fundada na Suíça, em 1971, que representa 1 milhão de especialistas em treinamento em todo o mundo.

Segundo a dra. Danah, tudo que influencia a inteligência passa pelo cérebro e seus prolongamentos neurais. Um tipo de organização neural permite ao homem realizar um pensamento racional, lógico. Dá a ele seu QI, ou inteligência intelectual. Outro tipo permite realizar o pensamento associativo, afetado por hábitos, reconhecedor de padrões, emotivo. É o responsável pelo QE, ou inteligência emocional. Um terceiro tipo permite o pensamento criativo, capaz de insights, formulador e revogador de regras. É o pensamento com que se formulam e se transformam os tipos anteriores de pensamento. Esse tipo lhe dá o QS, ou inteligência espiritual”.

Ainda na entrevista à revista Exame, ela mostra a diferença entre a inteligência espiritual e a inteligência emocional: “É o poder transformador. A inteligência emocional me permite julgar em que situação eu me encontro e me comportar apropriadamente dentro dos limites da situação. A inteligência espiritual me permite perguntar se quero estar nessa situação particular. Implica trabalhar com os limites da situação. Daniel Goleman, o teórico do Quociente Emocional, fala das emoções. Inteligência espiritual fala da alma. O quociente espiritual tem a ver com o que algo significa para mim, e não apenas como as coisas afetam minha emoção e como eu reajo a isso. A espiritualidade sempre esteve presente na história da humanidade”.

Ela diz mais: “Quando eu digo ‘minha vida é minha oração’, significa saber que minha vida é um presente de Deus e que precisamos fazer a diferença neste planeta”.

Em que pese toda a erudição e capacidade da dra. Danah Zohar, e com todo respeito, eu discordo da localização do “Ponto de Deus” no cérebro como ela afirma. Que ele existe, não tenho dúvida. Mas, no meu entendimento, baseado em minha intuição e no relato bíblico, em que Deus diz a Moisés, que ele colocou seu mandamento no coração e na palavra do homem (Dt 30. 11-14). É ali que se localiza o “Ponto de Deus”, no coração.

Agora, quanto aos princípios da inteligência espiritual que ela apresenta, concordo inteiramente e que são basicamente transformadores:

1. Tenha pensamentos positivos, sempre.

2. Descubra quem você é.

3. Tenha humildade.

4. Viva a compaixão.

5. Reveja seus valores.

6. Viva o presente.

7. Estamos conectados e o jeito que vivo minha vida afeta a vida do outro.

8. Sempre perguntar por quê

9. Mude sua mente, seus paradigmas e coloque seus pontos-de-vista sob uma nova perspectiva.

10. Valorize seus princípios, mesmo que sejam impopulares.

11. Celebre a diversidade.

12. Descubra a sua vocação, o seu propósito de vida e em como você pode fazer a diferença.

Sem dúvida, o trabalho da dra. Danah Zohar é uma grande contribuição para a evolução do ser humano.

(*) Heitor Rodrigues Freire é corretor de imóveis e advogado.

Empréstimo consignado para a casa própria dos servidores públicos
Por conta de todas dificuldades econômicas que enfrentamos, há uma necessidade premente de encontrarmos saídas, alternativas para enfrentar essas atu...
Pedagogia da Felicidade
Com manifestações expressivas nas universidades de Harvard e Yale, nos Estados Unidos, um fenômeno que tem chamado atenção de estudiosos e do público...
Contabilidade eficaz é importante para o sucesso da desestatização
O arrojado plano de privatizações, parcerias público-privadas (PPPs) e concessões sinalizado pelo ministério da Economia, considerado um dos pilares ...
A que(m) interessa a crítica à homoparentalidade?
Ao início do século XX, o patrimônio jurídico brasileiro agitava-se com a possibilidade de chegada de um Código Civil. Clóvis Beviláqua, redator da p...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions