A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Outubro de 2019

29/10/2012 14:59

Otimização matemática para a saúde pública

Por Giovane César (*)

O sistema de saúde, tanto público quanto privado, é imprescindível em qualquer parte do globo e em qualquer situação econômica e social. Devido à necessidade de se fazer uma grande quantidade de atendimentos, consultas e cirurgias para os mais diversos tipos de enfermidades, fatias consideráveis do PIB de vários países são direcionadas à saúde. No Brasil, esse número é de 8%.

Os problemas da saúde pública no Brasil são amplamente conhecidos. O sistema carece de profissionais em todos os níveis e, principalmente, de uma gestão mais eficiente e focada. Não são raras as notícias de falta de atendimento por vários motivos como ausência de profissionais, leitos ou medicamentos. A gestão ineficiente fica clara quando vemos notícias de medicamentos descartados por passarem da data de validade ou por armazenamento incorreto.

O sistema privado também tem seus problemas, mas em menor escala quando comparados ao sistema público. Um grande diferencial é que o sistema privado não tem tanta facilidade de estourar o orçamento como o sistema público, por isso, são comuns as falências de planos de saúde e hospitais.

A otimização matemática pode ser um grande aliado para diminuir parte dos problemas dos sistemas de saúde público e privado. Essa ferramenta pode ser utilizada em vários níveis de gestão e operação para minimizar os custos e maximizar os atendimentos e benefícios para a população. Dentro dos hospitais, a otimização é de grande valia, pois pode ser utilizada para fazer uma escala eficiente de médicos e enfermeiros a fim de colocar os profissionais certos em horários mais adequados e, assim, maximizar os atendimentos sem sobrecarregar a equipe. Dessa forma, otimiza-se o atendimento em geral, reduzindo os custos com horas extras e melhorando a qualidade de vida dos profissionais. Outra utilidade é a alocação de leitos para maximizar os atendimentos e minimizar os deslocamentos e as contaminações.

Na gestão em geral, a otimização matemática também pode apresentar grandes benefícios. Como grande parte do orçamento é destinada a compra e armazenamento de medicamentos e utensílios descartáveis, o sistema pode auxiliar indicando as melhores decisões de compra, escolhendo os fornecedores de acordo com seus descontos e atendimento à demanda, definindo os locais de armazenamento correto levando em consideração as necessidades específicas e, principalmente, indicando as quantidades corretas de compra para minimizar os desperdícios.

Apesar dos grandes investimentos – ainda que pontuais – em infraestrutura de tecnologia de

informação como business analytics e business inteligence, muitos gestores e analistas não sabem o que fazer com essas informações tão ricas e detalhadas. Entretanto, quanto mais precisas forem as informações, mais perfeitas serão as decisões. Utilizadas de forma eficiente, a tecnologia fornece dados para decisões inteligentes de gestão e administração.

Quando ferramentas – como BI – já estão implantadas, a otimização matemática passa a ser ainda mais útil.  Com essa sinergia é possível até mesmo identificar as correlações entre as enfermidades e suas tendências de crescimento e decrescimento, tirando vantagem dessas informações para tomar as decisões mais acertadas para planejamento futuro. Evitam-se, assim, surpresas ruins.

Este é apenas mais um cenário em que a otimização matemática pode gerar grandes resultados para as empresas, seja em aumento de produtividade quanto em redução de custos. Com a crescente necessidade de aumento contínuo da eficiência operacional, as empresas que investirem nesse tipo de ferramenta terão um forte aliado para ganhar mercado e tomar melhores decisões de gestão e planejamento.

*Giovane Cesar é gerente consultor sênior de otimização na eWave do Brasil. Já atuou em grandes empresas como o banco Itaú e a America Latina Logística – ALL. giovane.cesar@ewave.com.br

 

ICMS e agrotóxicos: um exemplo de lucidez em meio ao caos
O amplo conjunto de ações impostas em 2019 por governantes brasileiros no sentido de fragilizar a proteção ao meio ambiente não tem paralelo na histó...
Compliance: benefícios práticos nas empresas
Um dos principais patrimônios de uma organização é, sem dúvidas, sua reputação, que pode ter impacto tanto positivo como negativo nos negócios. Indep...
Um olho no peixe, outro no gato
O agro brasileiro poderia ser bem mais assertivo em sua comunicação com os mercados, aqui e no exterior. Falar mais das coisas boas que faz, seguindo...
Como transformar a nossa relação com a natureza?
Falar em meio ambiente não é algo abstrato. Se traduz no ar puro que respiramos, na água que bebemos e na fauna e flora que nos cercam. Somos depende...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions