A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 25 de Junho de 2018

14/10/2016 15:02

Por que aplicar um sistema de Gestão da Qualidade na sua empresa?

Por Luciano Zorzal (*)

Muitas pessoas acreditam que basta ter recursos financeiros, uma estratégia, produtos ou serviços de qualidade e pessoas capacitadas e motivadas, que o sucesso de uma empresa está garantido. É verdade que esses são elementos essenciais, mas sem um modelo de gestão eficaz e implementado fica muito mais difícil atingir os objetivos propostos.

Se observarmos, várias empresas não possuem um modelo de gestão muito bem definido ou sistematizado. A gestão atual é fruto da contribuição de todos os que lá estão ou que por lá passaram. Um profissional criou uma sistemática, outro criou uma prática e, assim, a empresa foi se desenvolvendo. O interessante é pensar por que essas empresas não adotaram um modelo reconhecidamente eficaz, na busca por seus resultados? Há vários a serem utilizados como referência, um exemplo é a ISO9001.

Em sua nova versão, publicada em setembro do ano passado, é possível perceber como o modelo é perfeitamente adaptável a empresas de todos os portes. Isso porque não define um mesmo padrão a ser seguido, mas sim uma estrutura focada em ajudar as organizações a atingirem seus objetivos por meio do atendimento a requisitos e ao aumento da satisfação de clientes. Graças à sua última atualização, os gestores podem ainda ter acesso a uma maneira diferente de abordar os desafios que se apresentam através da inclusão do conceito de “mentalidade de risco”.

Assim, para vencerem as demandas adversas provenientes das mudanças cada vez mais rápidas e impactantes dos cenários externos é imprescindível que as lideranças das organizações atuem fortemente na defesa da estabilidade interna e na valorização do seu modelo de gestão, sempre incentivando toda a equipe na realização de melhorias contínuas.

O sistema de gestão da qualidade tem foco na gestão de processos e, por isso, todos os colaboradores são envolvidos. Desde a elaboração e revisão de procedimentos documentados, bem como a implementação dos mesmos. O objetivo final é sempre o atendimento dos requisitos, implicando na satisfação dos clientes.

Dessa forma, você terá mais controle dos seus processos, inclusive com a realização de auditorias internas periódicas para a verificação da conformidade do sistema de gestão da qualidade. Ter um modelo formalizado para a melhoria contínua seguramente implica na melhoria dos serviços e do atendimento prestado aos clientes.

Além disso, mais do que você dizer isso, auditores externos estarão legitimando o sistema de gestão da qualidade de sua organização, o que irá aumentar sua credibilidade junto aos clientes, fornecedores e a sociedade em geral.

Enfim, se há pessoas que criticam a utilização de um Sistema de Gestão da Qualidade que tem como referência a ISO9001, só há duas alternativas: ou possuem um modelo de gestão reconhecidamente melhor ou, infelizmente, estão perdendo a oportunidade de atingirem resultados mais relevantes de forma organizada e estruturada.

(*) Luciano Zorzal é palestrante, consultor, diretor de expansão da Zorzal Franquias e sócio-fundador da Zorzal Consultores & Auditores Associados

A corda arrebenta para todos
Ao pensar na África, geralmente formamos imagens com exuberância de recursos naturais. Falta de água nos remeteria aos desertos daquele continente, e...
Os três pilares do aprendizado
A educação brasileira passa por um profundo processo de transformação com a implantação da nova Base Nacional Comum Curricular. Precisamos estar pron...
O país onde tudo é obrigatório
Nos Estados Unidos, na França e na Inglaterra, as regras ou são obedecidas ou não existem, por que nessas sociedades a lei não é feita para explorar ...
Universidade pública e fundos de investimento
  A universidade pública não é gratuita, mas mantida pelos recursos dos cidadãos. E por que a Constituição brasileira escolheu determinar esse tipo d...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions