A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 20 de Novembro de 2017

15/03/2012 06:47

Programado para vencer

Por Soeli de Oliveira (*)

Nosso cérebro é um fantástico mecanismo perseguidor de objetivos que mobiliza um grande poder de realização a partir de nossas paixões, sonhos, valores e crenças.

Ao falar de suas metas, evite usar palavras como “tentar”, “talvez” e “espero”. Substitua-as por “eu quero que”, “vou me esforçar”, “vou procurar”.

O cérebro possui um sofisticado sistema de percepção, sinalização, armazenamento de dados e informações; além de proteção, controle e adaptação, que geram energia, força e emoções. É considerado um dínamo interno, chamado pelos estudiosos de Sistema de Autopreservação e Preservação da Espécie - SAPE.

O SAPE por natureza:

- Não conhece doença

- Está sempre alerta

- Aprende facilmente

- Não envelhece

- Mobiliza o sistema glandular endócrino

- Não aceita dúvidas ou hesitação

- Sabe sempre o que fazer

- Adora metáforas

- Adora significados

- Identifica-se com o que chamamos de inconsciente.

A atitude de uma pessoa perante a vida depende do estado do SAPE de seu cérebro. Já o estado do SAPE depende da programação a que a pessoa esteve e está exposta.

O Dr. Juan Hitzig, especialista em medicina geriátrica, chegou à conclusão que “cada pensamento gera uma emoção e que cada emoção mobiliza um circuito hormonal que terá impacto nos trilhões de células que formam um organismo”. Em outras palavras, aquilo que semeamos em nossa mente causa um tremendo impacto em nossa fisiologia e em nosso estado de ânimo.

O Dr. Hitzig também estudou as características de alguns longevos saudáveis e concluiu que além das características biológicas, o denominador comum entre todos eles estava em suas condutas e atitudes. Descobriu que há um curioso alfabeto de emoções positivas capazes de contribuir para a felicidade, a longevidade e o sucesso na vida. Descobriu também que há outro alfabeto de emoções negativas, que contribui para a abreviação da existência, a infelicidade e a vida derrotada, como segue:

“As condutas “S”: serenidade, silêncio, sabedoria, sabor, sexo, sono, sorriso, promovem secreção de Serotonina, o hormônio do bem estar. Já as condutas “R”, ressentimento, raiva, rancor, repressão, resistências, facilitam a secreção de Cortisol, um hormônio corrosivo para as células, que acelera o envelhecimento.

As condutas “S” geram atitudes “A”: ânimo, amor, apreço, amizade, aproximação. Já as condutas “R”, pelo contrário, geram atitudes “D”, depressão, desânimo, desespero e desolação”.

É pouco provável alcançar a felicidade e o sucesso semeando sementes da infelicidade no solo fértil da mente. O sábio Salomão já aconselhava em 1000 A.C., “Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida” (Pv. 4:23).

(*) Soeli de Oliveira é consultora e palestrante do Instituto Tecnológico de Negócios nas áreas de marketing, varejo, atendimento e motivação. E-mail: soeli@sinos.net – Novo Hamburgo – RS.

Imposto sindical e o fim da sua obrigatoriedade
O “imposto sindical”, assim denominado pela CLT no atual artigo 578, é uma contribuição obrigatória devida por todos aqueles que participarem de uma ...
Baile do desespero e do improviso
Quando começo uma visita hospitalar como palhaço, experimento um puro e sincero estado de desespero. Há 16 anos faço isso com certa frequência e, fel...
Carta aberta ao ministro Joaquim Barbosa
Em nome de milhões de brasileiros e brasileiras insisto na solicitação para que concorra à Presidência da República, em 2018. Precisamos de alguém co...
Qual é a diferença entre preço e valor?
Existe uma grande confusão entre os significados de valor e preço. São duas coisas completamente distintas no mundo das negociações. Quando se fala e...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions