A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 14 de Outubro de 2019

06/03/2018 16:27

Representatividade feminina no setor automotivo

Por Claudia Marcucci, gerente de RH da Campneus

O empoderamento feminino está em pauta nos mais diversos veículos de comunicação e tem se ampliado como tema de engajamento social para a promoção de um cenário com mais igualdade para as mulheres. A presença da mulher nos mais diversos setores da economia vem crescendo, inclusive nos cargos de chefia, assim como a sua ausência nesses papéis e diferenças de remuneração estão sendo questionadas. O mesmo vem ocorrendo no setor automotivo.

Dados do Ministério do Trabalho divulgados recentemente mostram que a participação feminina no mercado de trabalho formal atingiu o patamar de 44% de todo o território nacional. Em um país com um forte movimento para a introdução feminina nas vagas, é uma evolução positiva, porém com ressalvas ainda a serem discutidas sobre cargos e diferenças salariais. E com a maior presença da mulher no mercado, ela tornou-se uma potencial consumidora do setor automotivo.

No segmento automotivo, a presença da mulher em cargos de liderança, apesar de ainda ser pequena, vem ganhando destaque, refletindo positivamente nos resultados de companhias. Grandes corporações como General Motors, PSA e Ford colocaram mulheres em cargos importantes, como diretoras de marketing, desenvolvimento de novos produtos e até mesmo CEO. Mas ainda há muito para melhorar o cenário: a indústria automotiva conta com 83% dos cargos em empresas da cadeia produtiva ocupados por homens. O dado faz parte da pesquisa Presença Feminina no Setor Automotivo, levantamento inédito realizado por Automotive Business em parceria com a MHD Consultoria no segundo semestre de 2017.

Na Campneus, o número de mulheres em cargos de liderança e em operação técnica em lojas chega a 30% do quadro de colaboradores. São novos tempos em que as companhias estão entendendo o crescimento dessas consumidoras e que a representatividade é importante para alinhar sua filosofia com a dessas mulheres.

A representatividade da mulher no setor automotivo e em cargos de liderança ajuda a transpor barreiras. Com o crescente aumento da mulher como consumidora das empresas do setor automotivo é imprescindível que essas empresas estejam mais alinhadas às expectativas, e filosofias desse público, para que seja possível atende-lo e somente com o aumento de lideranças femininas isso será alcançado de maneira mais efetiva e assertiva.

(*) Claudia Marcucci é formada em administração de empresas e pós-graduada em gestão de pessoas, com especialização em coaching. Atua há mais de 20 anos na área de recursos humanos e trabalhou em diversas empresas de bens de capital, bens de consumo e industrial. Está no grupo Pirelli há cinco anos e desde dezembro de 2016 é gestora de RH da Campneus.

 

A beleza de ser professor
Transformar sonhos em realidades, ser "ponte" onde esses sonhos caminham no cotidiano de grandes desafios e conquistas. Quando buscamos o significado...
As lições a serem aprendidas com o lago do Parque das Nações Indígenas
“Nesta terra molhada”, após 5 meses com inúmeras iniciativas, do governo e sociedade, o lago artificial do Parque das Nações está voltando a produzir...
Gestão pública é o caminho contra a corrupção
A corrupção é pré-requisito do desenvolvimento, já dizia Gunnar Myrdall, Prêmio Nobel de Economia, em 1974. Ou seja, esse mal é algo comum e enraizad...
Biologia do solo e a qualidade do sistema produtivo
Entender o sistema solo como um ambiente extremamente complexo, dinâmico e vivo, é algo que faz a diferença no manejo agrícola. O solo é basicamente ...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions